Repositório Digital

A- A A+

Métodos de preparo de solo e sua influência na erosão hídrica e desenvolvimento inicial de Eucalyptus saligna em um cambissolo háplico da Depressão Central do Estado do Rio Grande do Sul

.

Métodos de preparo de solo e sua influência na erosão hídrica e desenvolvimento inicial de Eucalyptus saligna em um cambissolo háplico da Depressão Central do Estado do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Métodos de preparo de solo e sua influência na erosão hídrica e desenvolvimento inicial de Eucalyptus saligna em um cambissolo háplico da Depressão Central do Estado do Rio Grande do Sul
Outro título Methods of soil tillage and its influence in water erosion and development of initial Eucalyptus saligna in a typic dystrochept of depressão central state of the Rio Grande Do Sul
Autor Baptista, José
Orientador Levien, Renato
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Cambissolo
Depressão Central, Região (RS)
Erosao hidrica
Preparo do solo
Resumo O Rio Grande do Sul possui atualmente 411.000 hectares de sua superfície plantada com essências florestais exóticas. A tendência desses plantios no Estado é ocupar áreas com terrenos declivosos com limitado valor agropecuário e altamente suceptíveis à erosão hídrica. A fragilidade desses solos implica na necessidade de efetuar-se um planejamento criterioso dos talhões, face ao grande risco erosivo compreendido entre o plantio e o fechamento do dossel da floresta. O estudo buscou identificar e quantificar o efeito de métodos de preparo de solo e manejo de resíduos da colheita sobre a erosão hídrica (sustentabilidade) e o desenvolvimento inicial da floresta (produtividade). O ensaio foi instalado em uma área experimental da Aracruz Celulose e Papel S. A. no Horto Florestal Faxinal, localizado no município de Arroio dos Ratos na região fisiográfica denominada Depressão Central. O ensaio experimental foi instalado em outubro de 2006 em uma área de Cambissolo háplico. Os tratamentos escolhidos para o experimento foram baseados em práticas de manejo que são empregados no estabelecimento de povoamentos florestais. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso com três repetições, os blocos foram demarcados aleatoriamente dentro do horto florestal. Os tratamentos testados foram à subsolagem interrompida com resíduo, subsolagem contínua com resíduo, subsolagem contínua sem resíduo, todos no sentido do declive, e coveamento mecânico. A subsolagem sem resíduo a favor do declive mostrou-se um método de preparo mais erosivo do que o coveamento manual com resíduo, com perda anual de 11,05 e 0,16 Mg ha ano-1, respectivamente. A água escoada superficialmente nos tratamentos com resíduo foi de 1,6% e na subsolagem sem resíduo o escoamento foi de 2,9% do total precipitado. O preparo mais intensivo do solo aumenta a erosão, porém favorece o crescimento inicial do eucalipto. Observase que para os dois períodos analisados as parcelas subsoladas sem resíduos apresentaram os maiores teores de nutrientes contido na parte aérea. A manutenção dos resíduos de colheita proporciona um adequado desenvolvimento das plantas de eucalipto e reduz a perda de água, solo e nutrientes.
Abstract The Rio Grande do Sul has currently 411,000 hectares of its area forested with exotic essences. The tendency of these plantations in the State is to occupy sloped areas with limited agrarian value and highly likely to water erosion. The fragility of these soils implies the need of a microplanning of the area, given the high risk of water erosion between the planting and soil covernizer by the forest canopy. The study sought to identify and quantify the effect of methods of preparation of soil and solid waste management of the harvest on water erosion (sustainability) and the initial development of the forest (productivity). The test was installed in an experimental area of Aracruz Celulose e Papel S. A. In Horto Florestal Faxinal, located in the municipality of Arroio of Rats in the fisiografic region called Depression Center. The test trial was installed in October 2006 in an area of Typic Dystrochept in the municipality of Arroio dos Ratos. The treatment chosen for the experiment were based on management practices that are sometimes employed in the establishment of forest. The experimental design was used to block at random with three repetitions. The blocks were randomly within the demarcated forest garden. The treatments tested were subsoiling interrupted with residue, subsoiling continuing with residue, subsoiling continuing without residue and coveamento mechanic. The subsoiling without residue in of the slope has been the method of preparation more erosion than mecanical pit with waste, with annual loss of 11.05 Mg ha- 1ano-1 and 0.16 Mg ha-1ano-1. Water overland flow treatment with residue was 1.6%. In subsolagem without waste the bleeding was 2.9%. The preparation more intensive soil erosion increases but favors the initial growth of eucalyptus. It is observed that for the two periods analyzed the parcels subsoladas without waste produced the greatest nutrient content contained in the air. The maintenance of waste collection provides an appropriate development of eucalyptus plants and reduces the loss of water, and soil nutrients.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14716
Arquivos Descrição Formato
000666405.pdf (722.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.