Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da performance de restaurações de resina compota após remoção seletiva de tecido cariado em dentes decíduos : uma análise de microtomografia computadorizada

.

Avaliação da performance de restaurações de resina compota após remoção seletiva de tecido cariado em dentes decíduos : uma análise de microtomografia computadorizada

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da performance de restaurações de resina compota após remoção seletiva de tecido cariado em dentes decíduos : uma análise de microtomografia computadorizada
Autor Guimarães, Lizandra Ferrari
Orientador Araujo, Fernando Borba de
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Cárie dentária
Dentes : Deciduos
Resinas compostas
[en] Composite resin
[en] Dental caries
[en] Dental restoration
[en] Primary teeth
[en] X-ray microtomography
Resumo A remoção seletiva de tecido cariado (RSTC) permite uma abordagem mais conservadora no tratamento restaurador de dentes decíduos portadores de lesões cariosas profundas em dentina, minimizando o risco de exposição pulpar e preservando mais estrutura dentária. A pouca literatura recente relacionada a sobrevida das restaurações de resina composta sobre dentina cariada tem sugerido um comportamento diferente quando comparada à performance das mesmas quando da remoção total de tecido cariado (RTTC). O objetivo do presente estudo foi avaliar qualitativamente as restaurações adesivas em dentes decíduos esfoliados oriundos de um ensaio clinico controlado randomizado. Os pacientes participantes deste ensaio clínico que se propôs avaliar o desempenho clínico de restaurações adesivas de resina composta após RTTC e RPTC em dentes decíduos, foram acompanhados ao longo de cinco anos, sendo que a média de permanência desses dentes na cavidade oral foi de trinta e cinco meses. Para o presente estudo, estas restaurações foram primeiramente avaliadas clinicamente e após a esfoliação dos dentes, macroscopicamente e através de fotografias digitais. Além disso, os 20 dentes coletados (15 do grupo RSTC e 5 RTTC) foram escaneados através de um microtomógrafo de raios-X (Micro-CT) e as imagens reconstruídas através de softwares específicos do aparelho. A ampliação da imagem através da fotografia não trouxe informações adicionais em relação ao diagnóstico clínico visual das restaurações na superfície oclusal. Já para as oclusoproximais, em função da possibilidade da visualização clínica direta da superfície proximal, sete restaurações tiveram um desempenho insatisfatório, embora tivessem sido classificadas como sucesso no exame clínico intrabucal. Com relação a estas, a maioria das falhas nas restaurações observadas após a sua esfoliação estavam relacionadas à descontinuidade adesiva na caixa proximal e lesões de cárie adjacente a restauração (paredes cervical e proximais). Essas falhas ficaram evidentes nas imagens obtidas através do Micro-CT, viabilizando a comunicação da parede pulpar da cavidade com o meio externo. Nos cortes transversais se observa que a adaptação das restaurações é mais deficiente quanto mais próximo da porção cervical da cavidade. O mesmo padrão de insucesso das restaurações adesivas proximais após a esfoliação foi observado tanto para dentes com RSTC e RTTC. Nas restaurações oclusais se observa bom selamento da restauração, mesmo quando da presença de dentina desmineralizada nas paredes laterais da cavidade. Os dados clínicos do estudo anterior associados à análise visual macroscópica e de Micro-CT dos dentes decíduos pós esfoliação demonstram que a técnica para restauração proximal desses dentes é extremamente sensível, e que falhas podem influenciar negativamente o sucesso clínico das restaurações adesivas, comprometendo o selamento de cavidades localizadas próximas a polpa, o que poderia interferir na essência do tratamento de remoção seletiva de tecido cariado.
Abstract Selective caries removal (SCR) allows a more conservative approach in restorative treatment of primary teeth for treatment of deep dentin carious lesion, minimizing the risk of pulp exposure and preserving more tooth structure. A few studies described the survival of composite restorations in SCR suggesting a different performance of restorations compared to total caries removal (TCR) restorations. In one of these studies, the clinical success of adhesive restorations for SCR, in oclusoproximais cavities, was significantly lower when compared to TCR. However, occlusal cavities had similar success rates for both techniques (Franzon et al, 2015). The aim of this study was to investigate the adhesive restorations in deciduous teeth exfoliated from the clinical study above. This randomized controlled clinical trial evaluated the clinical performance of adhesive resin composite restorations after SCR and TCR in primary teeth, with a 5-year follow-up. For the present study, these restorations were first evaluated clinically and after exfoliation of the teeth, and macroscopically using digital photography. In addition, the teeth were scanned by an X-Ray Microtomography (Micro-CT) and the pictures reconstructed by device-specific software. After a five years follow-up, twenty teeth were collected and analyzed (15 RSTC and 5 RTTC). The average permanence of these teeth in the oral cavity was 35 months. The composite resin restorations involved oclusoproximal cavities in 80% of the sample (n = 16). The magnification of the image through photography brought no additional information in relation to the visual clinical diagnosis of the restorations on the occlusal surface. As for the oclusoproximais, due to the possibility of direct clinical exam to the surface, seven restorations were classified as failures. With regard to these, most of the failures observed in restorations after exfoliation were related to adhesive discontinuity in the proximal box and adjacent caries restoration (cervical and proximal walls). In the images obtained through the Micro-CT these flaws are evident, materializing communication of the pulp cavity wall with the external environment. In cross-sections images, we observed that the adaptation of the restorations is poorer the closer the cervical portion of the cavity. The same pattern of adhesive failure of proximal restorations after exfoliation was observed for both treatments (SCR and TCR). In the occlusal restorations, we observed good sealing of the restorations, even in the presence of demineralized dentin in the side walls of the cavity. The clinical data of this study, associated with macroscopic visual analysis and Micro-CT of primary teeth exfoliated, demonstrate that technique in oclusoproximal restorations in this teeth is extremely sensitive, and those failure may negatively affect the clinical success of adhesive restorations, compromising the sealing the cavity located near the pulp, which could interfere with the essence of the treatment of selective removal of caries, which is an adequate marginal seal of the cavity associated with the control of carious activity of the patient involved.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/147160
Arquivos Descrição Formato
000998436.pdf (2.190Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.