Repositório Digital

A- A A+

Distribuição de fósforo, potássio e de raízes e rendimento de milho em sistemas de manejo do solo e da adubação em longo prazo

.

Distribuição de fósforo, potássio e de raízes e rendimento de milho em sistemas de manejo do solo e da adubação em longo prazo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Distribuição de fósforo, potássio e de raízes e rendimento de milho em sistemas de manejo do solo e da adubação em longo prazo
Outro título Long-term tillage and fertilizer management effects on corn yield and on root, phosphorus and potassium distribution in soil
Autor Costa, Sérgio Ely Valadão Gigante de Andrade
Orientador Anghinoni, Ibanor
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Adubacao
Manejo do solo
Milho : Rendimento
Química do solo
Raiz
Solo : Fosforo
Solo : Potassio
Resumo O manejo do solo e da adubação ao longo do tempo de cultivo pode contribuir para o aumento da produtividade e da rentabilidade das culturas. Há, por isso, a necessidade de se dispor e avaliar experimentos de longa duração, para que se possa acompanhar e entender a dinâmica das alterações dos nutrientes e das raízes no perfil do solo ao longo do tempo e seu efeito na absorção de nutrientes e no crescimento e rendimento das culturas. Para isso, foi utilizado um experimento de 18 anos de duração em um Argissolo Vermelho distrófico na Estação Experimental da UFRGS, em Eldorado do Sul RS, com culturas de cobertura (aveia preta e ervilhaca) no inverno e milho no verão, submetido a tratamentos de manejo do solo e da adubação. Os de manejo de solo foram: preparo convencional, sem preparo (plantio direto) e preparo em faixa, e os de adubação foram: lanço, em linha e em faixa, de fósforo (superfosfato triplo) e de potássio (cloreto de potássio). Foram utilizados dados de distribuição de fósforo, de potássio e de raízes no solo e de sua absorção e crescimento de milho das safras 1989/90, 1999/00 e 2006/07. Nesta última safra, foram também avaliados a produção de matéria seca e rendimento de grãos. Independentemente do manejo do solo e da adubação, houve acúmulo superficial e no perfil do solo de fósforo e de potássio ao longo do tempo, sendo mais evidenciado para fósforo, que ocorreu predominantemente na forma inorgânica, com mais intensidade no sistema plantio direto com adubação em linha. O potássio se concentrou mais na camada superficial do solo em plantio direto e também em profundidade no preparo convencional. A distribuição de raízes foi mais relacionada com a distribuição de fósforo, havendo redistribuição de ambos ao longo do tempo no perfil do solo. A despeito do efeito do manejo do solo e da adubação na distribuição dos nutrientes estudados e das raízes no solo e na sua absorção pelas plantas, o rendimento de matéria seca e de grãos de milho não foram afetados.
Abstract Soil and fertilizer management along cultivation time can contribute for crop productivity and profitability. There is, then, the necessity to have and evaluate long-term experiments to accomplish and understand the dynamics of the nutrient and root distribution in soil depth along time and its effects in nutrient uptake and in crop growth and yield. An eighteen year old experiment in a Rhodic Paleudult soil, located at the Agronomic Experimental Farm of the Federal University (UFRGS) in Eldorado do Sul in the Rio Grande do Sul state – Brazil, with cover crops (black oat and vetch) in the winter and corn in the summer, under soil and fertilizer management treatments was used. The soil managements were conventional, no-tillage and strip tillage, and phosphate (triple superphosfate) and potassium (potassium chloride) fertilizer were broadcast, row and strip applied. Data for phosphorus, potassium and root distribution in the soil from 1989/90, 1999/00 and 2006/07 growing seasons were used. In the last one, nutrient uptake, corn growth and biomass and grain yields were also evaluated. There was a surface accumulation of phosphorus and potassium along the time, being most for phosphorus, no matter which soil and fertilizer management were used. Phosphorus accumulated, predominantly, as an inorganic form, with a higher intensity in the no-tillage system with row fertilization. Potassium accumulated most in the top layer under no-tillage and deeply in the conventional one. Root distribution was more related to phosphorus distribution, having redistribution of both along the time and soil profile. In spite of soil and fertilizer placement effects on nutrient and root distribution in the soil and in their uptake by plants, dry matter production and corn yields were not affected.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14717
Arquivos Descrição Formato
000666423.pdf (2.627Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.