Repositório Digital

A- A A+

A ação dos agentes comunitários de saúde e o trabalho vivo em ato

.

A ação dos agentes comunitários de saúde e o trabalho vivo em ato

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A ação dos agentes comunitários de saúde e o trabalho vivo em ato
Outro título Action of community health agents and live work in act
Outro título La acción de los agentes comunitarios de salud y el trabajo vivo en la acción
Autor Piccinini, Carlos Augusto
Silva, Rosane Azevedo Neves da
Resumo Este artigo analisa a singularidade da ação dos agentes comunitários de saúde em sua circulação pelo território, no município de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Considerou-se que os encontros entre agentes e território extrapolam as prescrições e expectativas das políticas de saúde. Problematizou-se a produção de uma imagem idealizada dos agentes, no qual são vistos como a ‘mola propulsora’ das transformações esperadas da Atenção Básica. Ao se analisar a complexidade das demandas presentes em seu cotidiano de trabalho, destacou-se a multiplicidade de estratégias de cuidado produzidas pelos agentes comunitários. A singularidade de cada território, das equipes de saúde e da gestão, entre outras numerosas variabilidades, pressiona os agentes e os demais trabalhadores das equipes da Estratégia Saúde da Família a encarar uma realidade bastante distinta do que se supõe. Destacou-se, portanto, a importância de se produzir uma posição crítica e reflexiva, colocando em questão os limites e possibilidades dessa prática, a fim de potencializar as estratégias de cuidado ali existentes.
Abstract This article analyzes the uniqueness of the action of the community health workers when circulating through the territory in the municipality of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, Brazil. It was considered that the meetings between agents and the territory go beyond the requirements and expectations of the health policies. The production of an idealized image of the agents, who are seen as the 'driving force' of the changes expected from Primary Care, was problematized. When analyzing the complexity of the demands in their daily work, the highlight was the multiplicity of care strategies community workers produce. The uniqueness of each territory and of the health and management teams, among several other variables, puts pressure on the agents and other workers who are part of the Family Health Strategy teams to face a reality that is very different from the one that one may suppose exists. Therefore, the emphasis was on the importance of producing a critical and reflexive position, calling into question the limits and possibilities of this practice in order to enhance the care strategies in use there.
Resumen Este artículo analiza la singularidad de la acción de los agentes comunitarios de salud en su circulación por el territorio, en el municipio de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Se consideró que los encuentros entre agentes y territorio extrapolan los preceptos y las expectativas de las políticas de salud. Se problematizó la producción de una imagen idealizada de los agentes, según la cual son vistos como el ‘motor propulsor’ de las transformaciones que se esperan de la atención primaria. Al analizar la complejidad de las demandas presentes en su trabajo cotidiano, se destacó la multiplicidad de estrategias de cuidados producidas por los agentes comunitarios. La singularidad de cada territorio, de los equipos de salud y de gestión, entre otras numerosas variabilidades, presiona a los agentes y a los demás trabajadores de los equipos de la Estrategia Salud de la Familia para hacer frente a una realidad bastante diferente de lo que se supone. Se hizo hincapié, por lo tanto, en la importancia de producir una posición crítica y reflexiva, cuestionando los límites y posibilidades de esta práctica, con el fin de potencializar las estrategias de cuidado.
Contido em Trabalho, educação & saúde. Rio de Janeiro, RJ. Vol. 13, n.2 (maio/ago. 2015), p. 361-379.
Assunto Agentes comunitários de saúde
Atenção primária à saúde
Trabalho
[en] Community health workers
[en] Live work in act
[en] Primary health care and care strategies
[es] Agentes comunitarios de la salud
[es] Atención primaria de la salud y estrategias de cuidado
[es] Trabajo vivo en la acción
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/147172
Arquivos Descrição Formato
000990592.pdf (215.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.