Repositório Digital

A- A A+

Effects of statistical models and items difficulties on making trait-level inferences : a simulation study

.

Effects of statistical models and items difficulties on making trait-level inferences : a simulation study

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Effects of statistical models and items difficulties on making trait-level inferences : a simulation study
Autor Hauck Filho, Nelson
Machado, Wagner de Lara
Damásio, Bruno Figueiredo
Abstract Researchers dealing with the task of estimating locations of individuals on continuous latent variables may rely on several statistical models described in the literature. However, weighting costs and benefi ts of using one specifi c model over alternative models depends on empirical information that is not always clearly available. Therefore, the aim of this simulation study was to compare the performance of seven popular statistical models in providing adequate latent trait estimates in conditions of items diffi culties targeted at the sample mean or at the tails of the latent trait distribution. Results suggested an overall tendency of models to provide more accurate estimates of true latent scores when using items targeted at the sample mean of the latent trait distribution. Rating Scale Model, Graded Response Model, and Weighted Least Squares Mean- and Variance-adjusted Confi rmatory Factor Analysis yielded the most reliable latent trait estimates, even when applied to inadequate items for the sample distribution of the latent variable. These fi ndings have important implications concerning some popular methodological practices in Psychology and related areas.
Resumo Pesquisadores interessados em estimar a localização de indivíduos em variáveis latentes contínuas podem se benefi ciar de diversos modelos estatísticos disponíveis na literatura. Entretanto, ponderar os custos e os benefícios de usar um modelo em detrimento de outros depende de informações empíricas que nem sempre estão diretamente disponíveis. Em virtude disso, o objetivo deste estudo foi comparar o desempenho de sete modelos estatísticos populares quanto a proporcionar adequadas estimativas de traço latente em condições de itens com difi culdades condizentes com a distribuição latente amostral versus apenas condizentes com as caudas dessa distribuição. Os resultados sugeriram uma tendência de todos os modelos de proporcionar estimativas mais precisas ao serem usados itens adequados para o nível de traço latente da amostra. Os modelos da Teoria de Resposta ao Item Rating Scale e Graded Response e a análise fatorial confi rmatória com estimação Weighted Least Squares Mean- and Variance-adjusted forneceram as estimativas mais fi dedignas de traço latente, mesmo quando os itens utilizados, de fato, correspondiam ao nível latente de poucos casos da amostra. Os resultados possuem importantes implicações no que diz respeito a algumas práticas metodológicas populares na Psicologia e em áreas próximas.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 27, n. 4 (jul./set. 2014), p. 670-678.
Assunto Análise fatorial
Psicometria
Teoria de resposta ao item
[en] Classical test theory
[en] Data simulation
[en] Factor analysis
[en] Item response theory
[en] Latent variable models
[en] Psychometrics
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/147386
Arquivos Descrição Formato
000994621.pdf (458.8Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.