Repositório Digital

A- A A+

Extensible simulator for replay of trace files in the Pajé format

.

Extensible simulator for replay of trace files in the Pajé format

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Extensible simulator for replay of trace files in the Pajé format
Outro título Simulador Extensível para Arquivos de Rastro no Formato Pajé
Autor Bellini, Tais Loureiro
Orientador Schnorr, Lucas Mello
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Curso de Ciência da Computação: Ênfase em Ciência da Computação: Bacharelado.
Assunto Arquitetura : Computadores
Simulação computacional
[en] JavaCC
[en] MySQL
[en] Pajé
[en] Performance
[en] Replay
[en] Trace simulation
Resumo Observação do comportamento de programas através de arquivos de rastro é particularmente importante em Computação de Alta Performance, uma vez que permite uma análise de desempenho precisa. Neste contexto, a ferramenta Pajé é bastante utilizada para simular arquivos de rastro no formato de arquivo Pajé. O simulador funciona recriando o comportamento do programa em modo offline, permitindo que o analista de desempenho entenda melhor complicações que possam ter ocorrido durante a execução. Atualmente, há pelo menos três problemas com o simulador Pajé: pouca extensibilidade, falta de resultados parciais e resultados temporários. Embora o Pajé tenha sido construído para ser extensível, é necessário escrever um componente inteiro para atingir realmente a extensibilidade. Esta é uma tarefa complexa, pois implica em compreender a hierarquia de classes interna do programa. A segunda questão é que é impossível obter uma visão parcial dos dados simulados antes do final do arquivo de entrada. E, finalmente, o terceiro problema está relacionado com a efemeridade dos resultados: todos os dados simulados são descartados quando o Pajé termina de executar. Para resolver estas questões, um simulador extensível baseado em plugins chamado Aiyra foi concebido e implementado. O objetivo da Aiyra é permitir extrema extensibilidade deixando o analista de desempenho construir plugins que lidam com os dados simulados. Os plugins podem ser conectados ao simulador em pontos específicos onde eventos de rastreamento importantes são combinados. Como prova de conceito, implementamos plugins para mostrar na saída padrão dados parciais que acabaram de ser simulados e para tornar os resultados permanentes, inserindo os dados simulados em uma base de dados. Uma análise de desempenho foi conduzido para comparar Aiyra com o simulador Pajé existente. Nosso simulador apresentou melhores resultados de desempenho com arquivos maiores, o que foi atribuído ao fato de que o nosso solução mantém o consumo de memória baixo ao longo da execução. Nós também avaliamos o plugin de inserção em uma base de dados para diferentes cenários através de um rigoroso design experimental.
Abstract Observation of program behavior through trace files is particularly important in High Performance Computing (HPC) since it enables an accurate performance analysis. In this context, the Pajé framework is commonly employed to simulate trace files in the Pajé file format. The simulator works by recreating the program behavior in an offline fashion, allowing the performance analyst to better understand performance issues that might have occurred during execution. As of today, there are at least three problems with the Pajé simulator: little extensibility, lack of partial outcomes and impermanent results. Although Pajé has been built in an extensible manner, it is necessary to write a full component for Pajé to actually achieve extensibility. This is a complex task since it implies in understanding the internal class hierarchy of the framework. The second issue is that it is impossible to get a partial view of simulated data prior to the end of the input trace. And finally, the third is related to the ephemerality of results: all simulated data is discarded once Pajé exits. To address these issues, an extensible plugin-based trace file simulator called Aiyra has been designed and implemented. Aiyra’s objective is to allow extreme extensibility by letting the performance analyst write plugins that deal with simulated data. The plugins can be attached to the simulator in specific and important points where the trace events are combined. As a proof of concept, we have implemented plugins to dump partial data that has just been simulated and to make the results permanent, by inserting simulated data into a database. A performance analysis has been conducted to compare Aiyra against the existing Pajé trace simulator. Our simulator presented better performance results with larger files, that being possibly attributed to the fact that our solution keeps the memory footprint low throughout execution. We have also evaluated the database plugin in a number of different scenarios through the use of a rigorous experimental design.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/147645
Arquivos Descrição Formato
000999696.pdf (867.2Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.