Repositório Digital

A- A A+

Caracterização dos medicamentos utilizados por idosos em uma região do município de Porto Alegre

.

Caracterização dos medicamentos utilizados por idosos em uma região do município de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização dos medicamentos utilizados por idosos em uma região do município de Porto Alegre
Outro título Characterization of elderly medication use in Porto Alegre, Brazil
Autor Flores, Liziane Maahs
Orientador Mengue, Sotero Serrate
Data 2003
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Idoso
Medicamentos : Reacoes adversas
Polifarmácia
Uso de medicamentos
[en] Adverse drug reaction
[en] Drug study
[en] Elderly
[en] Patient compliance
[en] Polypharmacy
[en] Socioeconomic factors
Resumo Objetivos: Investigar o padrão de uso de medicamentos, incluindo prescritos e nãoprescritos e classificar polifarmácia em idosos do município de Porto Alegre, RS, Brasil; verificar a existência de trocas ou alterações no esquema posológico dos medicamentos usualmente utilizados e descrever a prevalência de eventos adversos relatados por idosos. Métodos: A pesquisa seguiu um modelo de estudo transversal. O instrumento de coleta de dados foi um questionário preenchido durante uma visita domiciliar. Questões discursivas foram analisadas através da técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Os medicamentos foram classificados de acordo com o Anatomical Therapeutic Chemical (ATC). As reações adversas relatadas foram classificadas através da Classificação Internacional de Doenças 10ª edição (CID-10). Resultados: Dos 215 entrevistados, 141 (66%) eram mulheres; 117 (54%) na faixa etária entre 60 e 70 anos; 157 (73%) brancos e 115 (53%) tinham cônjuge. Houve uma prevalência de uso de medicação em 195 (91%) idosos e 697 (84%) medicamentos haviam sido utilizados na semana anterior à entrevista. Do total da amostra, 71 (33%) responderam ter usado medicamento sem prescrição médica e 57 (27%) relataram polifarmácia na última semana. As classes terapêuticas mais comuns foram aquelas referentes ao aparelho cardiovascular 224 (32%), sistema nervoso 150 (22%) e aparelho digestivo e metabolismo 124 (18%). Dos entrevistados, 106 (49%) relataram já ter esquecido o horário de tomar o medicamento e 22 (10%) já haviam trocado as quantidades de medicamentos para mais ou para menos. Conclusões: Os dados mostram que existe uma tendência em consumir elevado número de medicamentos entre pessoas de faixa etária igual ou superior a 60 anos que vivem na comunidade. De grande importância é a detecção dos eventos adversos preveníveis para educação e prevenção.
Abstract Objectives: To investigate the patterns of medication use, including both prescription and non-prescription drugs and to describe the presence of polypharmacy for older people in Porto Alegre, Brazil. To determine whether elderly patient’s changes drug regimens and to describe the prevalence of self-reported adverse drugs events in older people. Methods: A cross-sectional study whose data were collected by questionnaire, which was answered during home visits. For qualitative data was employed thematic discourse analysis technique. Drugs were classified according to the Anatomic Therapeutic Classification codes (ATC). The self-reported adverse drugs events were described by CID-10, 1999. Results: From 215 interviewed, 141 (66%) were women; 117 (54%) were between 60 and 70 years old; 157 (73%) were white and 115 (53%) had lived with a partner. Last year, 74 (35%) had had one hospital admission and 187 (87%) had had at least one doctor visit. There was a prevalence of use of 195 (91%) medications by elderly people and 697 (84%) were used on the week before the interview. From the total, 71 (33%) confirmed the use of drugs without prescription and 57 (27%) had polypharmacy one week before. Cardiovascular 224 (32%) and central nervous system 150 (22%) and gastrointestinal drugs 124 (18%) were the most common classification. Female gender, old age and live without a partner was associated with drug utilization. 106 (49%) said they had forgotten the time of their medication intake and 22 (10%) said they had changed the drug’s quantities. Conclusions: There is a pattern of increased medication use by elderly people who live at this community. To evaluate the preventable adverse drug events in older people who live at this community is very important for designing preventive and educational programs.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14774
Arquivos Descrição Formato
000399654.pdf (374.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.