Repositório Digital

A- A A+

Estudo comparativo das propriedades e da microestrutura do aço DIN 42 CrMo4 MOD temperado em óleo mineral e em solução de polialquileno glicol para aplicação em fixadores de torres eólicas

.

Estudo comparativo das propriedades e da microestrutura do aço DIN 42 CrMo4 MOD temperado em óleo mineral e em solução de polialquileno glicol para aplicação em fixadores de torres eólicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo comparativo das propriedades e da microestrutura do aço DIN 42 CrMo4 MOD temperado em óleo mineral e em solução de polialquileno glicol para aplicação em fixadores de torres eólicas
Autor Sant'Anna, Rochele Martins
Orientador Roldo, Liane
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia de Materiais.
Assunto Engenharia de materiais
Resumo Energias renováveis fazem parte dos principais debates ao redor do mundo, dentre essas energias destaca-se no Brasil a energia eólica. Contudo o que muitas vezes inviabiliza seu uso são os custos dos materiais, geralmente importados. Para tanto, uma siderúrgica local desenvolveu um aço nacional a fim de substituir os aços importados utilizados na produção de fixadores das torres eólicas, uma variação do aço DIN 42CrMo4, o qual deve atender uma série de exigências quanto às suas propriedades- principalmente dureza, tração e fragilização em temperaturas negativas- para que a segurança e a qualidade das peças sejam garantidas. Este trabalho visa o estudo da possibilidade de substituição do óleo mineral pela solução de Polialquileno Glicol (PAG) como meio de resfriamento para a têmpera do aço DIN 42CrMo4 MOD. O PAG tem demonstrado as mesmas ou melhores propriedades em relação ao óleo mineral garantindo menor impacto ambiental e segurança operacional. Estudou-se a respeito de sua composição química específica, através de análises de espectrometria de emissão óptica, e simulação termofísica para obtenção da curva TRC, bem como os tratamentos térmicos de têmpera com solução de PAG em concentrações iguais a 20% e 30%, a fim de verificar a microestrutura obtida, bem como os resultados obtidos nos ensaios de dureza, tração e fragilização em temperaturas negativas a fim de compará-los com as exigências feitas para esta aplicação quando a tempera é realizada com óleo mineral. Com base nos resultados obtidos observou-se que é possível a substituição do óleo mineral por soluções de PAG nas concentrações de 20% e 30% como meio de têmpera para o aço DIN 42CrMo4 MOD.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/147769
Arquivos Descrição Formato
000999967.pdf (2.625Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.