Repositório Digital

A- A A+

"Profe, hoje vai ter jogo?" o jogo como ferramenta nos anos iniciais

.

"Profe, hoje vai ter jogo?" o jogo como ferramenta nos anos iniciais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Profe, hoje vai ter jogo?" o jogo como ferramenta nos anos iniciais
Autor Bloss, Elisabete
Orientador Brabo, Gabriela Maria Barbosa
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Licenciatura.
Assunto Alfabetização
Aluno
Brincadeira
Jogo
Ludicidade
Professor
Resumo O presente trabalho de conclusão de curso descreve o desenvolvimento de uma pesquisa ocorrida no primeiro semestre do ano de 2016. O estudo se propôs analisar obras de diferentes autores ― teóricos e pesquisadores ― realizando um estudo mais aprofundado sobre como o brincar, brincadeiras e jogos lúdicos podem ser grandes aliados do professor no processo de ensino-aprendizagem de alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental, partindo da própria experiência de alfabetização desenvolvida por esta pesquisadora durante a prática exercida no estágio curricular. A questão inicial que norteou a pesquisa foi a seguinte: como o uso de jogos e brincadeiras pode auxiliar no processo de ensino/aprendizagem em sala de aula? O objetivo geral consistiu em realizar um estudo bibliográfico que referende a importância do uso de jogos e brincadeiras para o processo de ensino/aprendizagem em turmas dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Os objetivos específicos foram os seguintes: conhecer as bases legais e políticas que sustentam a inserção do lúdico no planejamento escolar; aprofundar o conhecimento científico através da pesquisa sobre diversos teóricos que escreveram sobre o tema; verificar estudos anteriores que já investigaram sobre o assunto; contribuir para conscientização da importância do uso do lúdico na escola. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, de caráter descritivo cujos procedimentos são concernentes com uma pesquisa bibliográfica. Para tanto, foram analisadas obras do teórico Lev Vygotsky, além de autores como Friedmann, Fortuna, Kishimoto, sem contar o levantamento feito com diversos trabalhos de conclusão de curso que pesquisaram sobre o mesmo tema. A utilização da ludicidade é defendida como uma poderosa ferramenta de aprendizagem, possibilitando que haja a interação entre alunos e professores, facilitando um desenvolvimento mais prazeroso do processo de alfabetização. Ao fim da pesquisa, fica explícito que o brincar e o jogar constituem-se em importantes aliados para as crianças se motivarem para a aprendizagem, e assim, os alunos estarão aprendendo com propriedade. Conclui-se, portanto, que um planejamento contemplado pela ludicidade se torna muito mais significativo, além de auxiliar o professor no sentido de desenvolver suas aulas de forma dinâmica, prendendo a atenção de seus alunos e envolvendo-os numa aprendizagem repleta de significado e, ao mesmo tempo, prazerosa e divertida.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/147827
Arquivos Descrição Formato
001000443.pdf (454.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.