Repositório Digital

A- A A+

A escolarização de crianças autistas no ensino regular : percepções das professoras da sala de integração e recursos na rede municipal de ensino de Porto Alegre.

.

A escolarização de crianças autistas no ensino regular : percepções das professoras da sala de integração e recursos na rede municipal de ensino de Porto Alegre.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A escolarização de crianças autistas no ensino regular : percepções das professoras da sala de integração e recursos na rede municipal de ensino de Porto Alegre.
Autor Paz, Francielle Bastos
Orientador Grohs, Gláucia Helena Motta
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Licenciatura.
Assunto Autismo
Escolarização
Percepção
Professor
Sala de recursos
[es] Escolarización
[es] Percepción docente
Resumo No presente trabalho objetivou-se levantar reflexões acerca da escolarização de crianças autistas na escola regular a partir da percepção de educadoras especiais – que atualmente atendem autistas – da Sala de Integração e Recursos (SIR) em escolas de ensino fundamental do Município de Porto Alegre. É uma pesquisa de caráter qualitativo e como instrumento de coleta de dados utilizou-se entrevistas semiestruturadas. A perspectiva metodológica utilizada para analisar as entrevistas foi a Análise de Conteúdo. A partir das falas das professoras definiram-se duas categorias de análise, a saber: o papel da SIR e do educador especial na inclusão de crianças autistas no ensino regular; e percepções sobre o aluno autista na escola de ensino regular e a formação docente. Os resultados apontam que atualmente a SIR é parte essencial da escola regular para a permanência dos alunos autistas na escola, que socialização e aprendizagem possuem a mesma importância no processo de escolarização destes alunos, que a família é essencial para um melhor desenvolvimento dessas crianças, e que a formação continuada é indispensável para todo o quadro docente.
Resumen El presente trabajo tuvo como objetivo generar reflexiones acerca de la escolarización de chicos autistas en la educación formal a partir de la percepción de educadores especiales – que en la actualidad prestan asistencia a los estudiantes autistas – de la Sala de Integração e Recursos (SIR) en escuelas de nivel inicial del municipio de Porto Alegre. Es una investigación de carácter cualitativo y como instrumento de recolección de datos se utilizaron entrevistas semiestructuradas. La perspectiva metodológica utilizada para analizar las entrevistas fue el Análisis de Contenido. A partir de los dichos de las profesoras se definieron dos categorías de análisis, a saber: el papel de la SIR y del educador especial en la inclusión de chicos autistas en la educación formal y la formación docente. Los resultados apuntan a que actualmente la SIR es parte esencial de la educación formal para la permanencia de los alumnos autistas en la escuela, que la socialización y la aprendizaje poseen la misma importancia en el proceso de escolarización de estos alumnos, que la familia es esencial a un mejor desarrollo de los niños y que la formación continuada es indispensable para todo cuadro docente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/147834
Arquivos Descrição Formato
001000539.pdf (342.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.