Repositório Digital

A- A A+

Obstrução nasal no recém-nascido : diagnóstico diferencial

.

Obstrução nasal no recém-nascido : diagnóstico diferencial

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Obstrução nasal no recém-nascido : diagnóstico diferencial
Outro título Nasal obstruction of the newborn : a differential diagnosis
Autor Manica, Denise
Smith, Mariana Magnus
Schweiger, Claudia
Silva, Daniela Brunelli e
Kuhl, Gabriel
Resumo Introdução: A obstrução nasal é potencialmente grave quando acomete os recém-nascidos, respiradores nasais preferenciais. Os neonatos com obstrução nasal podem apresentar desde um quadro assintomático até uma situação grave de obstrução da via aérea, com cianose cíclica. A cianose piora com alimentação e melhora com choro. Apesar de a causa mais comum de obstrução no neonato ser o edema de mucosa secundário à rinite viral ou à rinite idiopática do lactente, é importante estar atento para o diagnóstico das alterações anatômicas nasais. Embora pouco frequentes, são afecções nas quais o diagnóstico e manejo precoces são fundamentais para evitar, além da obstrução da via aérea, as dificuldades de alimentação com aspiração recorrente. Objetivo: O objetivo da presente série de casos é descrever as três causas mais comuns de obstrução nasal anatômica no neonato: a atresia de coanas, a dacriocistocele e a estenose da abertura piriforme anterior. Considerações Finais: As características clínicas, investigação diagnóstica e tratamento dessas três patologias são apresentadas. Através disso, buscamos alertar para a importância de que a passagem de uma sonda nasal faça parte do exame físico de todo recém-nascido, em especial se ele apresentar disfunção respiratória ao nascimento e/ou cianose às mamadas.
Abstract Introduction: The nasal obstruction is potentially severe when affecting newborns, preferential nasal breathers. The newborns with nasal obstruction may present from an asymptomatic affection up to a severe situation of airway obstruction, with cyclical cyanosis. The cyanosis worsens with feeding and improves with crying. Despite the most common cause of obstruction in the newborn is mucosa edema secondary to viral rhinitis or idiopathic rhinitis of the child, it is important to be attentive to the diagnosis of the nasal anatomic alterations. Although not much frequent, they represent affections in which the early diagnosis and management are basic to prevent airway obstruction and feeding difficulties with recurrent aspiration. Objective: The objective of this case report is to describe the three most common causes of anatomic nasal obstruction in newborns: the choanal atresia, dacryocystocele and anterior piriform opening stenosis. Final Comments: The clinical characteristics, diagnostic investigation and treatment of these three pathologies are presented. Therefore, we seek to alert as to the importance that the nasal probe passage be part of the physical exam of every newborn, specially when it has breathing disorder upon birth and/or cyanosis when breastfeeding.
Contido em Arquivos internacionais de otorrinolaringologia. São Paulo, SP. Vol. 13, n. 3 (Jul./Set. 2009), p. 340-345
Assunto Atresia das cóanas
Ducto nasolacrimal
Obstrução nasal
Recém-nascido
[en] Choanal atresia
[en] Nasal obstruction
[en] Nasolacrimal duct
[en] Newborn
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/148069
Arquivos Descrição Formato
001002281.pdf (135.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.