Repositório Digital

A- A A+

Comparação entre índice de charlson, curb-65 e escore de gravidade de pneumonia (PSI) como preditores de mortalidade em pacientes adultos com diagnóstico de pneumonia adquirida na comunidade e necessidade de hospitalização

.

Comparação entre índice de charlson, curb-65 e escore de gravidade de pneumonia (PSI) como preditores de mortalidade em pacientes adultos com diagnóstico de pneumonia adquirida na comunidade e necessidade de hospitalização

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação entre índice de charlson, curb-65 e escore de gravidade de pneumonia (PSI) como preditores de mortalidade em pacientes adultos com diagnóstico de pneumonia adquirida na comunidade e necessidade de hospitalização
Autor Bahlis, Laura Fuchs
Orientador Fuchs, Sandra Cristina Pereira Costa
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Mortalidade
Pneumonia
Resumo A pneumonia adquirida na comunidade é uma doença com alta prevalência, além de potencialmente grave. Diversos escores de gravidade, como CURB-65 e escore de severidade de pneumonia (PSI), foram desenvolvidos e validados com objetivo de auxiliar o manejo dos pacientes com essa doença. O Índice de Comorbidades de Charlson (ICC) é um método conhecido para avaliação de comorbidades. ICC já foi validado para mortalidade intra-hospitalar em diferentes grupos de pacientes, porém não exclusivamente em pacientes com pneumonia. Dessa forma, o objetivo desse estudo é avaliar a performance do ICC em comparação ao CURB-65 e PSI para predição de mortalidade intra-hospitalar em pacientes com PAC e indicação de hospitalização. Foi realizado estudo de coorte em pacientes com PAC hospitalizados em nosso hospital entre abril de 2014 e marco de 2015. O desfecho primário foi mortalidade intra-hospitalar. Dados clínicos, laboratoriais e radiológicos na chegada dos pacientes ao hospital foram revisados e utilizados para cálculo do ICC, CURB- 65 e PSI. Para comparação de performance entre os escores, foram construídas curvas ROC, e as áreas sob a curva (AUC) foram calculadas com intervalos de confiância de 95%. A comparação entre as AUCs foi realizada utilizando teste de DeLong. No período entre abril de 2014 e março de 2015, 459 pacientes foram avaliados. Destes, 304 confirmaram critérios de elegibilidade. A taxa de mortalidade intra-hospitalar foi de 15.5%, e 89 pacientes (29,3%) necessitaram de internação em unidade de cuidados intensivos. Os três escores tiveram boa capacidade de predição de mortalidade intra-hospitalar, com Índice de Charlson com discreta superioridade em relação ao CURB-65 e ao PSI (AUC 0.83, 0.73 e 0.75, respectivamente). Em conclusão, ICC apresentou boa capacidade de identificar pacientes com PAC severa quando comparado ao PSI e ao CURB-65. O Índice de Charlson possui a vantagem de não necessitar de coleta laboratorial para sua realização, já estando portanto disponível na chegada do paciente. Além disso, é uma ferramenta universal, já utilizada de forma rotineira em diversos hospitais. Novos estudos, com número maior de pacientes de outros centros são necessários.
Abstract Community-acquired pneumonia (CAP) is a common and serious disease. Several risk scores such as CURB-65 and pneumonia severity index (PSI) have been developed and validated to assist management decisions. A well-known method for classifying comorbid conditions is the Charlson Comorbidity Index (CCI). The CCI has been validated for short-term mortality in different study samples, however not exclusively in CAP patients. We aim to investigate the performance of CCI compared to CURB-65 and PSI for predicting in-hospital mortality in patients with CAP. A cohort study was conducted of patients with CAP who were hospitalized at our hospital from April 2014 to March 2015. The primary outcome was in-hospital mortality. Clinical and laboratory features at presentation were recorded and used in order to calculate CURB-65, PSI and CCI. To compare test performance, receiveroperating characteristic (ROC) curves were constructed, and the areas under the curve (AUC) were calculated with 95% confidence intervals. AUC comparisons were tested for significance using the technique of DeLong. A total of 304 patients were enrolled in the study. The overall in-hospital mortality rate was 15,5% (47 patients). 89 patientes (29,3%) were admitted to the intensive care unit. CCI better predicted in-hospital mortality with an AUC of 0,83, compared to 0,73 for CURB-65 and 0,75 for PSI. In conclusion, CCI performed well in identifying patients with severe CAP when compared to PSI and CURB-65. It has the advantage of not needing laboratory test for its realization, therefore being available at patient presentation. Also, it is a universal tool, routinely used in many hospitals. Further research involving a large number of patients from different institutions is needed.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/148085
Arquivos Descrição Formato
000998689.pdf (873.8Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.