Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da relação entre a infecção pelo Papilomavírus Humano e outros agentes sexualmente transmissíveis e a expressão de S100A4 em amostras cervicais

.

Avaliação da relação entre a infecção pelo Papilomavírus Humano e outros agentes sexualmente transmissíveis e a expressão de S100A4 em amostras cervicais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da relação entre a infecção pelo Papilomavírus Humano e outros agentes sexualmente transmissíveis e a expressão de S100A4 em amostras cervicais
Autor Wohlmeister, Denise
Orientador Buffon, Andreia
Pilger, Diogo Andre
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Candidíase
Doenças sexualmente transmissíveis
Papilomavírus humano : HPV
[en] Cervical intraepithelial lesions
[en] HPV
[en] S100A4
[en] STDs
Resumo A infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) é a principal responsável pelo desenvolvimento de lesões intraepiteliais e, potencialmente, do câncer cervical (CC). A presença de fatores como inflamação e outros agentes infecciosos contribuem para a instalação e persistência do vírus. A inclusão da pesquisa do HPV e de outros agentes infecciosos relacionados junto a programas de rastreamento do CC ainda é controversa. Além disso, sabe-se que o processo inflamatório e as lesões celulares decorrentes da presença de HPV e seus cofatores provocam alterações na expressão de diversas proteínas, entre elas a S100A4, que poderia funcionar como biomarcador de exposição. Desta forma, foram analisadas amostras de esfregaços cervicais para investigação da relação do diagnóstico citológico com a presença de agentes infecciosos, além do padrão de expressão da proteína S100A4. Nossos resultados demonstraram que o aparecimento de lesões ou atipias citológicas apresentou associação com a presença de HPV, tanto na infecção simples como na infecção por múltiplos genótipos de alto risco oncogênico, sugerindo a pesquisa molecular do HPV complementar à citologia. A presença de infecção latente pelo HPV também foi observada, a qual deve ser acompanhada com exames citológicos periódicos. A infecção por Chlamydia trachomatis desempenha importante papel como cofator para o desenvolvimento do CC e foi prevalente na população estudada, demonstrando associação com a presença de diferentes genótipos de HPV. Tanto nas pacientes sintomáticas como nas assintomáticas houve a detecção de leveduras do gênero Candida, sendo que a mais prevalente foi a C. albicans apresentando-se sensível à Anidulafungina e Anfotericina B, na maioria dos casos, e resistente ao Fluconazol. Com relação à expressão da proteína S100A4, houve associação com as alterações citológicas características do HPV, nas quais houve redução de sua expressão à medida que aumentou o grau da lesão. No entanto, também observamos que há expressão fisiológica da proteína S100A4 no epitélio escamoso estratificado da ectocérvice que varia de acordo com o grau de maturação celular e a presença de alterações citológicas inflamatórias, onde foi demonstrado aumento da sua expressão. Portanto, a avaliação da expressão da proteína S100A4 pode auxiliar no diagnóstico precoce do câncer de colo do útero nas lesões intraepiteliais cervicais positivas para HPV. Analisando-se globalmente, estes resultados sugerem a inclusão da pesquisa molecular de HPV e C. trachomatis, bem como a identificação de leveduras do gênero Candida complementares à citologia esfoliativa junto a programas de rastreamento. Além disso, a proteína S100A4, mostrou-se promissora como biomarcador dos efeitos celulares dos fatores associados. Observa-se que a associação de diferentes metodologias permite a detecção precoce de lesões e, consequentemente, contribuem para a redução da incidência do CC.
Abstract Human papillomavirus (HPV) infection is the main responsible for the development of intraepithelial lesions and potentially cervical cancer (CC). The presence of factors such as inflammation and other infectious agents contribute to the onset and persistence of the virus. The inclusion of HPV research and other infectious agents associated in the CC screening programs is still controversial. In addition, it is known that inflammation and cell injury caused by the presence of HPV and their cofactors cause changes in gene expression and function of several proteins, including the S100A4 which could function as a biomarker of exposure. Thereby, samples of cervical specimens were analyzed to investigate the relationship of cytological diagnosis in the presence of infectious agents, other than the standard expression of S100A4 protein. Our results demonstrated that the development of lesions or cytological atypia was associated with the presence of HPV in either simple infection or infection by multiple genotypes of high oncogenic risk, indicating the importance of molecular HPV analysis complementary to cytology. The presence of latent infection was also observed and must be monitored with periodic cytological examinations. The Chlamydia trachomatis infection plays an important role as a cofactor for the development of CC and was prevalent in the population studied, demonstrating association with the presence of different HPV genotypes. For both symptomatic and asymptomatic patients there was a yeast detection of Candida, and the most prevalent was the Candida albicans presenting sensitive to Anidulafungin and Amphotericin B, in most cases, and resistant Fluconazole. Regarding the S100A4 protein expression, there was association with abnormal cytological HPV characteristics where a reduction of expression could be observed and the degree of injury increased. However, we also observed that there are physiological expression of S100A4 protein in the stratified squamous epithelium of the ectocervix and this varies according to the degree of cell maturation and the presence of inflammatory cell alterations, increased expression where demonstrated. Therefore, the evaluation of the expression of S100A4 protein may assist in the early diagnosis of cervical cancer in cervical intraepithelial lesions positive for HPV. Overall, these results suggest the inclusion of molecular research of HPV and C. trachomatis, and the identification of yeasts Candida complementary to exfoliative cytology in screening programs. In addition, the S100A4 protein has shown to be promising as a biomarker for cellular effects of associated factors. It was observed that the association of different methodologies allows early detection of lesions and therefore contribute to reducing the incidence of CC.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/148123
Arquivos Descrição Formato
001000890.pdf (1.394Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.