Repositório Digital

A- A A+

Single-stage laryngotracheal reconstruction for the treatment of subglottic stenosis in children

.

Single-stage laryngotracheal reconstruction for the treatment of subglottic stenosis in children

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Single-stage laryngotracheal reconstruction for the treatment of subglottic stenosis in children
Outro título Reconstrução laringotraqueal em único estágio para tratamento de estenose subglótica em crianças
Autor Smith, Mariana Magnus
Schweiger, Claudia
Manica, Denise
Meotti, Camila Degen
Enéas, Larissa Valency
Kuhl, Gabriel
Marostica, Paulo José Cauduro
Abstract Introduction: In recent decades, airway reconstruction has become the treatment of choice for subglottic stenosis (SGS) in children, which is performed in either single or multiple stages. However, there is evidence in the literature that singlestage surgery is more effective. Objective: To evaluate the success rate of single-stage laryngotracheoplasty (LTP) and cricotracheal resection (CTR) in patients that were treated in our hospital. Materials and Method: We performed a retrospective study of children undergoing laryngotracheal reconstruction. Results: Twenty-four children were included. The etiology of SGS was postintubation in 91.6% and congenital in 8.3%. One patient (4.2%) had grade 4 SGS, 17 (70.8%) presented with grade 3 SGS, 4 (16.6%) had grade 2 SGS, 1 (4.2%) had grade 3 SGS associated with glottic stenosis, and 1 (4.2%) had grade 3 SGS with tracheal stenosis. We performed 26 LTPs and 3 CTRs. Decannulation rates were 66% in the CTR procedures and 85.7% in the LTP procedures; the overall decannulation rate was 83.3%. All children presented with fever in the postoperative period, but were afebrile after the tube was removed. Conclusion: Our series showed a decannulation rate of 83.3%.
Resumo Introdução: Nas últimas décadas, a reconstrução da via aérea tornou-se o tratamento de escolha para estenose subglótica (ESG) na criança, realizada em único ou múltiplos estágios. Há indícios na literatura de que a cirurgia em um só tempo é mais efetiva. Objetivo: Avaliar o índice de sucesso da laringotraqueoplastia (LTP) e ressecção cricotraqueal (RCT) em único estágio nos pacientes tratados no nosso hospital. Método: Estudo retrospectivo de crianças submetidas à reconstrução laringotraqueal. Resultados: Foram incluídos 24 pacientes. As causas da ESG foram pós-intubação endotraqueal em 91,6% e congênita em 8,3%. Diagnosticamos ESG grau 4 em 1 paciente (4%), grau 3 em 16 (66,6%), grau 2 em 4 (16,6%), grau 3 associada com estenose glótica em 1 (4%), grau 3 associada com estenose traqueal em 1 (4%). Foram realizadas 26 LTP e 3 RCT. O índice de decanulação foi de 66% nos pacientes submetidos à RCT e de 85,7% nos pacientes submetidos à LTP; o índice total de decanulação foi de 83,3%. Todos apresentaram febre persistente no pós-operatório, que cessou após a extubação. Conclusão: Nossa série mostrou índice de decanulação de 83,3%.
Contido em International archives of otorhinolaryngology. Vol. 16, no. 2 (Apr./June 2012), p. 217-221
Assunto Laringoestenose
Procedimentos cirúrgicos otorrinolaringológicos
Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos
[en] Child
[en] Laryngostenosis
[en] Larynx
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/148210
Arquivos Descrição Formato
001002289.pdf (111.1Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.