Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do gasto com medicamentos e do risco cardiovascular antes e após a realização da cirurgia para redução de peso

.

Avaliação do gasto com medicamentos e do risco cardiovascular antes e após a realização da cirurgia para redução de peso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do gasto com medicamentos e do risco cardiovascular antes e após a realização da cirurgia para redução de peso
Autor Schossler, Tanise Savaris
Orientador Heineck, Isabela
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Cirurgia bariátrica
Complicações pós-operatórias
Custos de medicamentos
Obesidade mórbida
[en] Bariatric surgery
[en] Cardiovascular risk
[en] Co-morbidities
[en] Cost-effectiveness
[en] Drugs
[en] Obesity
[en] Vascular age
Resumo INTRODUÇÃO: A cirurgia bariátrica vem a ser uma alternativa, que além da redução do peso dos pacientes, pode reduzir as co-morbidades associadas, como, diabetes mellitus, hipertensão e dislipidemias e assim reduzir o número e os gastos com medicamentos. OBJETIVO: Estimar o impacto do procedimento cirúrgico nos gastos com medicamentos e no risco cardiovascular antes e após a realização da cirurgia bariátrica por pacientes obesos mórbidos. METODOLOGIA: Estudo suplementar, cuja análise dos gastos com medicamentos levou em consideração o gasto médio real do paciente, o gasto médio estimado para o paciente e o gasto médio para o sistema público de saúde. A avaliação do risco cardiovascular foi realizada através da Escala de Framingham. RESULTADOS: Após um período mínimo de 6 meses do procedimento cirúrgico, houve redução significativa nos gastos com medicamentos tanto para o sistema público de saúde (P ≤ 0,016) (R$ 6,71 (0,0-11,1) para R$ 4,2 (0,0-6,9)) como nos gastos estimados para o paciente (P < 0,001) (R$160,0 (58,3 – 225,8) para R$103,1(18,8-144,3)). Considerando o gasto real para o paciente, observou-se diferença somente em relação aos medicamentos adquiridos sem prescrição médica (P < 0,001) (R$ 12,5 (0,0 – 14,6) para R$ 4,9 (0,0 – 13,8)). O risco cardiovascular também reduziu significativamente (P < 0,001) neste período (10,8% (5,8-23,3) para 5,9% (3,4-10,8)), assim como a idade vascular que reduziu em média 11,2 anos (± 10,4) após o procedimento (P < 0,001). CONCLUSÃO: A cirurgia bariátrica reduz as co-morbidades, o risco cardiovascular, o uso de medicamentos e consequentemente os gastos para o paciente e para o sistema público com medicamentos.
Abstract INTRODUCTION: The bariatric surgery it´s an alternative that besides the reduction of the patient´s weight can reduce the associated co-morbidities, such as, diabetes mellitus, high blood pressure and dyslipidemias, reducing the number and expenses with drugs as well. OBJECTIVE: To estimate the impact of the surgical procedure on spendings with drugs and the cardiovascular risk before and after the realization of the bariatric surgery by morbid obese patients. METHODOLOGY: Additional study, which analysis of the spending’s with drugs took into consideration the average real spending of the patient, the estimated average spending of the patient and the average spending of the public health system. The evaluation of the cardiovascular risk was performed through the Scale of Framingham. RESULTS: After a minimum period of six months from the surgical procedure, there was a significant reduction of the spending with drugs for the public health system from (P ≤ 0.016) (U$ 6.71 (0.0-11.1) to U$ 4.2 (0.0-6.9)) as well as for the estimated spending’s of the patient from (P < 0.001) (U$160.0 (58.3 – 225.8) to U$103.1(18.8-144.3)). Considering the real spending of the patient, a difference was observed only within the drugs bought without medical prescription from (P < 0.001) (U$ 12.5 (0.0 –14.6) to U$ 4.9 (0.0 – 13.8)). The cardiovascular risk also reduced significantly (P < 0.001) in this period from (10.8% (5.8-23.3) to 5.9% (3.4-10.8)), as well as the vascular age which reduced in average 11.2 years (± 10.4) after the procedure (P < 0.001). CONCLUSION: The bariatric surgery reduces the co-morbidities, the cardiovascular risk and, the use of drugs and consequently, the spending’s of the patient and the public system with drugs.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/148217
Arquivos Descrição Formato
001001180.pdf (463.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.