Repositório Digital

A- A A+

Micrometástases de tumores epiteliais na medula óssea de cães e gatos: Revisão

.

Micrometástases de tumores epiteliais na medula óssea de cães e gatos: Revisão

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Micrometástases de tumores epiteliais na medula óssea de cães e gatos: Revisão
Autor Dolfini, Taís Farias
Orientador Valle, Stella de Faria
Co-orientador Matheus, Juliana Pereira
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Animais domesticos
Medula óssea : Patologia
Mielopatia
Neoplasias
Oncologia veterinaria
[en] Bone marrow disorders
[en] Disseminated tumor cells
[en] Solid tumors
Resumo Com o aumento da longevidade dos animais domésticos, o número de casos diagnosticados de neoplasias também vem crescendo e se tornando uma rotina no atendimento clínico. Entretanto, na medicina veterinária, o pequeno número de pesquisas buscando novos marcadores prognósticos e preditivos para neoplasias revelam um imenso campo de pesquisa a ser desenvolvido quando comparados a medicina humana, onde casos de micrometástases de tumores sólidos não hematológicos na medula óssea têm sido amplamente descritos desde metade do século passado, relacionando a presença dessas células tumorais com o processo de carcinogênese e a progressão tumoral. Mais recentemente, estudos na medicina veterinária vêm sendo desenvolvidos e publicados comprovando que em animais de companhia também pode ocorrer micrometástases em medula óssea. Diferenciar neoplasias e identificar a presença de micrometástases na medula óssea previamente ao diagnóstico clínico ou radiológico é de extrema importância para um prognóstico e tratamento adequado do paciente. A presente revisão tem como objetivo expor a relevância da detecção de micrometástases em animais domésticos, assim como métodos de detecção, freqüência dos casos apresentada em estudos, relação com a sobrevida dos pacientes e perspectivas futuras na medicina veterinária.
Abstract With the increasing longevity of domestic animals, the number of diagnosed cases of neoplasia is also growing and becoming a routine in clinical care. However, in veterinary medicine, little research looking for new prognostic and predictive markers for neoplasia reveals an immense field to be developed when compared to human medicine, where cases of micrometastasis of non-hematologic solid tumors in the bone marrow have been extensively described since half of the last century, relating the presence of these tumor cells with the process of carcinogenesis and tumor progression. More recently, studies in veterinary medicine have been developed and published showing that micrometastasis in the bone marrow may also occur in pets. Differentiating neoplasias and identifying the presence of micrometastasis in the bone marrow prior to clinical and radiological diagnosis is of utmost importance for the prognosis and treatment of the patient. This review aims to expose the relevance of micrometastasis detection in domestic animals, as well as the development of detection methods, frequency of cases presented in studies related to patient survival and future prospects in veterinary medicine.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/148236
Arquivos Descrição Formato
001001476.pdf (295.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.