Repositório Digital

A- A A+

Consumo voluntário e aspectos reprodutivos de ovelhas ingerindo elevados níveis de cloreto de sódio

.

Consumo voluntário e aspectos reprodutivos de ovelhas ingerindo elevados níveis de cloreto de sódio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Consumo voluntário e aspectos reprodutivos de ovelhas ingerindo elevados níveis de cloreto de sódio
Outro título Voluntary intake and reproductive aspects of ewes ingesting high levels of sodium chloride levels
Autor Sphor, Luiza de Ávila
Orientador Poli, Cesar Henrique Espirito Candal
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Colostro
Nutricao animal
Ovelha
Reprodução animal
[en] Colostrum
[en] Growing lambs
[en] Nutrition
[en] Ovulatory rate
[en] Plasma profile
[en] Reproduction
[en] Salt
Resumo O estudo foi realizado no Instituto de Investigaciones Agropecuarias, INIA -Kampenaike, Punta Arenas, Chile (52°42'17"S 70°55'20"W), com o objetivo de avaliar os efeitos da elevada ingestão de NaCl (sal) por ovelhas Corriedale sobre a limitação do consumo voluntário, a capacidade ovulatória, produção e composição de colostro e leite e crescimento de seus respectivos cordeiros. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x2 (dietas com dois níveis de inclusão de sal e dois níveis de concentrado, determinados pelos dois níveis de sal). No primeiro estudo, 40 fêmeas de fertilidade comprovada, tiveram o ciclo estral sincronizado e foram bloqueadas de acordo com o peso vivo e escore de condição corporal em quatro tratamentos: 17 ou 22% de sal agregado ao alimento concentrado e seus dois respectivos homólogos sem sal (recebendo a mesma quantidade de alimento concentrado consumida nos tratamentos com sal). Os animais foram suplementados por um ciclo estral e posteriormente realizou-se ultrassonografia para aferição da taxa ovulatória. No segundo experimento, 24 ovelhas com 122 dias de gestação e comprovadamente portando cordeiros gêmeos, foram alocadas em quatro tratamentos dispostos em dois pares: 13 ou 17% de sal agregado ao alimento concentrado e seus dois respectivos homólogos sem sal com similar consumo de alimento concentrado. Os tratamentos foram aplicados por 21 dias prévios a data de parto até os 21 dias pós parto. Água e volumoso estavam disponíveis de forma ad libitum nos dois experimentos. Em ambos estudos foram coletadas, de todas as ovelhas, amostras de sangue para descrição do status do perfil proteico e energético. O consumo de concentrado foi inferior em animais com superior proporção de sal na dieta, porém, estes consumiram maiores volumes de água. A elevada ingestão de sal não alterou a taxa ovulatória, produção de colostro ou leite, peso ao nascimento ou crescimento dos cordeiros. Conversão alimentar e peso ao desmame dos cordeiros foi similar entre os tratamentos pareados. Peso vivo e escore de condição corporal das ovelhas não se diferenciaram entre os tratamentos nos distintos experimento. O perfil plasmático sofreu pequenas alterações e todos os animais se mantiveram dentro de limites fisiológicos considerados normais para a espécie. Assim sendo, não há evidências de comprometimento da capacidade reprodutiva de ovelhas adultas consumindo altos níveis de NaCl agregado ao alimento concentrado.
Abstract Kampenaike, Punta Arenas, Chile (52°42'17"S 70°55'20"W), to evaluate the effects of high intake of NaCl (salt) of Corriedale ewes on limitation of voluntary intake, ovulatory capacity, production and composition of colostrum and milk, as well as growth of their lambs. The experiment was conducted as a randomized complete block design, with a 2x2 factorial arrangement of treatments (diets with two inclusion levels of salt and two levels of concentrate, determined by the two levels of salt). In a first experiment, forty ewes of proven fertility were synchronized estrus and blocked according to body weight and body condition score in four treatments: 17 and 22% of salt added to concentrate and its two homologues without salt (fed the same amount of the commercial concentrate as their paired salt counterparts). Ewes were supplemented for an estrus cycle and, subsequently, the ovulatory rate measured by ultrasound. In the second experiment, twenty-four ewes with 122 days of gestation and carrying twins were allocated to four treatments: 13 and 17% of salt added to concentrate and its two homologues without salt (fed the same amount of the commercial concentrate as their paired salt counterparts). Treatments were applied for 21 days before lambing to 21 days after lambing. Water and roughage were provided ad libitum in both experiments. In both studies blood samples were collected to evaluate the proteic and energetic profile. Concentrate intake was less in ewes with superior proportion of salt in the diet, however, they drank higher volumes of water. The higher ingestion of salt did not change ovulatory rate, colostrum and milk production, weight at weaning and growth of lambs. Feed conversion ratio and weight of lambs at weaning were similar between paired treatments. Ewes body weight and body condition score did not differ among treatments in both experiments. Plasmatic profile had variation but it remained within physiological limits considered normal for the specie. Therefore, there impairment of the reproductive capacity of ewes with high inta kise noof N eavCidl ewnitche t hoef concentrate.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/148284
Arquivos Descrição Formato
001002011.pdf (4.156Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.