Repositório Digital

A- A A+

A concentração do setor bancário brasileiro nos últimos 20 anos e uma análise de eficiência das quatro principais instituições do setor

.

A concentração do setor bancário brasileiro nos últimos 20 anos e uma análise de eficiência das quatro principais instituições do setor

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A concentração do setor bancário brasileiro nos últimos 20 anos e uma análise de eficiência das quatro principais instituições do setor
Autor Katz, Bruno
Orientador Silva, Leonardo Xavier da
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Bancos
História econômica
[en] Banks
[en] Concentration
[en] Financial sector
[en] Market power
Resumo O trabalho se propõe a analisar a trajetória da concentração no mercado bancário brasileiro durante 20 anos, no período de 1995 (após a implementação do plano Real) até 2014. Em um primeiro momento se faz uma análise dos estudos nacionais e internacionais sobre o tema, exibindo as conclusões obtidas em cada estudo. Analisam-se quais são as vantagens e desvantagens de um setor bancário concentrado, e se apresentam dois modelos de explicação para que esta tendência de concentração ocorra — paradigma Estrutura-Conduta-Desempenho e Hipótese da Estrutura Eficiente. São apresentados os índices de concentração C4, C10 e Herfindahl Hirschman para o total de ativos e depósitos, calculados para os últimos vinte anos para todos os bancos comercias do país (Conglomerado Bancário I), em que se percebe uma clara tendência de concentração durante todo o período. É feita uma análise de eficiência das quatro principais instituições do setor, em que fica claro que as mesmas apresentaram aumento da eficiência. Entretanto, a concentração derivada desta eficiência está permitindo um abuso do poder de mercado, evidenciado pelo aumento elevado e contínuo da arrecadação com taxas bancárias a partir do ano de 2008, quando o mercado se torna rapidamente mais concentrado a partir das fusões dos bancos Itaú e Unibanco e dos bancos Santander e Real.
Abstract The study aims to analyze the concentration trajectory in the Brazilian banking market in 20 years, from 1995 (after the implementation of the real plan) until 2014. At first it is conducted an analysis of national and international studies on the subject, displaying the conclusions reached in each study. The advantages and disadvantages of a concentrated banking sector are analyzed and two explanation models for the occurrence of this concentration are presented – Structure-Conduct-Performance Paradigm and the Efficient Structure Performance Hypothesis. The C4 and C10 concentration indexes and the Herfindahl Hirschman Index are presented for the total assets and deposits, calculated for the last twenty years to all commercial banks in the country (Banking Conglomerate I), from which a clear concentration trend is perceived throughout the period. An efficiency analysis of the four major institutions from the sector is made, in which stays clear that they have increased their efficiency. However, the concentration due to this efficiency is allowing an abuse of market power, as evidenced by the high and continuous increase in bank revenues from the year 2008, when the market becomes more concentrated from the merging of the Itaú and Unibanco banks and Santanter and Real banks.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/148384
Arquivos Descrição Formato
001000000.pdf (692.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.