Repositório Digital

A- A A+

A química das funções oxigenadas : quais seus efeitos nas narrativas de gênero e sexualidade

.

A química das funções oxigenadas : quais seus efeitos nas narrativas de gênero e sexualidade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A química das funções oxigenadas : quais seus efeitos nas narrativas de gênero e sexualidade
Autor Garcia, Ketlyn Correia
Orientador Loguercio, Rochele de Quadros
Co-orientador Lopes, Cesar Valmor Machado
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Química. Curso de Química: Licenciatura.
Assunto Ensino de quimica
Gênero e sexualidade
[en] Chemistry teaching
[en] Gender and Sexuality
[en] Knowledge / power
[en] Power
[en] Speech
Resumo Este Trabalho de Conclusão de Curso aborda questões de gênero e sexualidade na escola, aliada à uma proposta de ensino de química. A partir das temáticas de gênero e sexualidade surgem as questões que discutimos neste trabalho: Quais são os discursos sobre gênero e sexualidade dentro de um espaço escolar? O que se diz? O que não é dito? O que está escrito? Como isso acontece? Como relacionar o ensino de Química com esta temática? Buscamos analisar, tomando como referência os estudos pós críticos, quais os discursos que circulam numa escola sobre gênero e sexualidade e também discutimos uma proposta de ensino de Química que associa a Química Orgânica - Funções Oxigenadas às questões gênero e sexualidade. Este Trabalho foi desenvolvido com uma turma do terceiro ano do Ensino Médio de uma Escola da Rede Pública Estadual do Estado do Rio Grande do Sul, na cidade de Porto Alegre. podendo servir como base para estudos futuros na área de Ensino em Química. Temos dois olhares complexos quando abordamos conjuntamente questões de gênero e sexualidade no ensino das funções oxigenadas: o primeiro refere-se a como a Ciência vê estas questões, e o segundo: como estas são colocadas socialmente constituindo a formação da identidade de sujeitos. Para analisar estas questões, consideramos gênero e sexualidade como sendo parte de uma construção social, não sendo negados os fatores científicos, destacando que os papéis identitários que construímos são frutos de relações sociais e culturais. Percebemos que a Escola é um espaço que reforça padrões binários e heteronormativos, neste espaço a disciplina, na perspectiva de Michel Foucalt, atua fortemente sobre os sujeitos para que estes não fujam dos discursos que estão na ordem. Identificamos também que os alunos e as alunas buscam nos conhecimentos científicos argumentos a favor destes padrões, atribuindo à Ciência um lugar de verdades imutáveis. O desenvolvimento da proposta pedagógica abordando as temáticas de gênero e sexualidade conjuntamente com as funções oxigenadas foi um trabalho motivador para estudantes e professora, apontando as possibilidades que o ensino de Química tem para abordar as pautas sociais e culturais.
Abstract This Course Completion Paper addresses issues of gender and sexuality in school, combined with a chemistry teaching proposal. From the themes of gender and sexuality arise the issues discussed in this paper: What are the discourses on gender and sexuality within a school environment? What is said? What is not said? What's written? How does this happen? How to relate the teaching of chemistry with this theme? We analyze, with reference to the post critical studies, which discourses circulate in a school on gender and sexuality and also discuss a chemistry teaching proposal that combines Organic Chemistry - Oxygenated functions with questions about gender and sexuality. This work was developed with a group of third year high schoolers from a Public Network State School of the State of Rio Grande do Sul, in Porto Alegre, being able to serve as a basis for future studies in Chemistry in the Education area. We have two complex looks when we address together issues of gender and sexuality in the teaching of oxygenated functions: the first refers to how science sees these issues, and the second, how these are placed socially, constituting the formation of the identity of subjects. To address these issues , we consider gender and sexuality as part of a social construction , the scientific factors not being denied , noting that the identity roles we build are the result of social and cultural relations. We realize that the school is a space that enhances binary and heteronormative standards, with the discipline within this space, from the perspective of Michel Foucault, acting strongly on the subjects so that they do not escape the order discourses that circulate. We also identify students that seek knowledge on scientific arguments in favor of these patterns, giving Science a place of immutable truths. The development of this pedagogical proposal addressing the issues of gender and sexuality in conjunction with the oxygenated functions was a motivating work for students and teacher, pointing out the possibilities that the teaching of chemistry has to address the social and cultural patterns.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/148486
Arquivos Descrição Formato
001002273.pdf (926.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.