Repositório Digital

A- A A+

Tópicos contrastivos e contraste temático : um estudo do papel discursivo da "articulação informacional"

.

Tópicos contrastivos e contraste temático : um estudo do papel discursivo da "articulação informacional"

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tópicos contrastivos e contraste temático : um estudo do papel discursivo da "articulação informacional"
Autor Menuzzi, Sérgio de Moura
Roisemberg, Gabriel
Resumo Neste artigo, discutimos o impacto da articulação informacional da sentença na organização do discurso. Em particular, investigamos o importe informacional das construções de tópico constrastivo sob o prisma de duas teorias formais da estrutura do discurso: Segmented Discourse Representation Theory (SDRT; ASHER; LASCARIDES, 2003) e Questions Under Discussion (QUD; ROBERTS, 1996; BÜRING, 2003). Para a primeira teoria, as relações discursivas que compõem o discurso – como “paralelo”, “contraste”, etc. – são primitivos sujeitos a diferentes condições contextuais; para a última, por outro lado, a estrutura discursiva é um subproduto do componente informacional presente nas sentenças, que desencadeia um conjunto de “perguntas implícitas” que, em última análise, estruturam o discurso. Nossa conclusão é a de que o arcabouço teórico oferecido pela QUD é mais adequado do que o da SDRT para dar conta do uso das construções de tópico contrastivo em discursos conexos – ainda que a QUD também precise de certas modificações. Mais especificamente, mostramos que a vantagem da QUD sobre a SDRT está precisamente na conexão intrínseca que tal teoria estabelece entre a estrutura informacional da sentença e a estrutura do discurso.
Abstract In this paper, we discuss the impact of the information structure of sentences in the organization of discourse. In particular, we investigate the informational import of the constrastive topic construction under the prism of two formal theories of discourse: Segmented Discourse Representation Theory (SDRT; ASHER; LASCARIDES, 2003) and Questions Under Discussion (QUD; ROBERTS, 1996; BÜRING, 2003). For the former theory, the discourse relations that compose discourse – such as “parallel”, “contrast”, etc. – are primitives subject to different contextual conditions; for the latter, on the other hand, discourse structure is a subproduct of the informational component present in sentences, that triggers a set of “implicit questions” that ultimately yield discourse structure. Our conclusion is that the theoretical framework offered by the QUD approach is more adequate than the SDRT one to account for the use of constrastive topic constructions in connected discourses – in spite of the fact that the QUD approach also needs some modifications. More specifically, we show that the advantage of the QUD theory over SDRT lies precisely in the intrinsic connection that such theory estabilishes between information structure and discourse structure.
Contido em Cadernos de estudos lingüísticos. Campinas, SP. Vol. 52, n. 2 (jul./dez. 2010), p. 233-253
Assunto Discurso
Teoria
[en] Contrastive topic
[en] QUD
[en] SDRT
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/148599
Arquivos Descrição Formato
000865732.pdf (85.49Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.