Repositório Digital

A- A A+

“Uma andorinha só não faz verão” : o trabalho do assistente social na atenção integral às pessoas com doença renal crônica

.

“Uma andorinha só não faz verão” : o trabalho do assistente social na atenção integral às pessoas com doença renal crônica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título “Uma andorinha só não faz verão” : o trabalho do assistente social na atenção integral às pessoas com doença renal crônica
Autor Martins, Juliana
Orientador Mendes, Jussara Maria Rosa
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Serviço Social.
Assunto Assistência integral à saúde
Atuação do assistente social
Insuficiência renal crônica
Política de saúde
Serviço social
[en] Chronic kidney disease
[en] Comprehensive health care
[en] Social work
Resumo O estudo discorre sobre a contribuição dos assistentes sociais na efetivação da atenção integral às pessoas com doença renal crônica em terapia renal substitutiva, visando trazer subsídios para o fortalecimento da rede de atenção à saúde. Entende-se que o processo de saúde-doença é uma expressão da questão social, reflexo do modo de produção vigente na sociedade e, portanto, este estudo orienta-se pelo método materialismo-dialético-histórico, o qual permite a compreensão da realidade e suas contradições, do seu contexto sócio-histórico além do entendimento de que esta realidade está em constante transformação. Para a efetivação deste estudo, realizou-se uma pesquisa qualitativa em sete serviços de diálise de Porto Alegre e na região metropolitana. Os dados utilizados para análise originam-se das entrevistas realizadas com as assistentes sociais que trabalham nesses serviços e da revisão bibliográfica sobre a temática e legislações que discorrem sobre a temática. Dessa forma o presente trabalho versa sobre a construção histórica da política de saúde, a partir da sua vinculação com a política de previdência até sua desvinculação com o processo da Reforma Sanitária, com a construção do Sistema Único de Saúde (SUS), quando passa a ser concebida como direito universal. Ademais, reflete sobre alguns avanços e desafios a serem enfrentados passados 25 anos após sua implementação. Nesse sentido, problematiza o princípio da integralidade preconizado pela Política de Saúde e a sua fundamental importância para a efetivação da rede de atenção integral a partir da articulação interdisciplinar e intersetorial. Considerando a atenção integral às pessoas com doença renal crônica o foco da pesquisa, apresenta-se essa doença, a sua magnitude epidemiológica na população brasileira e a legislação que subsidia a implantação das redes de atenção integral aos pacientes. Além disso, o estudo analisa o trabalho do assistente social na política de saúde e na efetivação das redes de atenção integral às pessoas com doença renal crônica e busca compreender como se configuram as redes de atenção integral. Conclui-se que há uma gama de fatores que incidem na efetivação da rede de atenção integral às pessoas em terapia renal substitutiva, entre os quais podemos destacar a questão do trabalho e a sua precarização nos serviços de saúde, a fragmentação da assistência à saúde, a desarticulação das políticas sociais e o financiamento do SUS. Esses fatores refletem-se na tensão existente entre o que é preconizado pela política de saúde e sua efetivação embasada no projeto sanitarista.
Abstract The study discusses the contribution of the social workers in the execution of comprehensive health care with people with chronic kidney disease in renal replacement therapy, aiming to provide support to strengthen the health care network. We understand that the process health-disease is an expression of the social issue, a reflection of society’s current production model and, therefore, this research is oriented by the materialism-dialectical-historical method, which allows the understanding of reality and its contradictions, its socio-historical context, as well as the understanding that this reality is constantly changing. In order to develop this study, a qualitative research took place in seven dialysis service centers in Porto Alegre and its metropolitan area. Data used for analysis came from interviews with social workers who work in these centers and from a literature review on the subject, and on the legislation that deals with this topic. Thus, this study deliberates about the historical development of the health policy, from its connection with the social security policy to its disassociation with the process of Health Care Reform, with the construction of the Brazilian Unified Health System (SUS), when it starts to be conceived as a universal right. Moreover, this study considers some advances and challenges to be faced 25 years after it has been implemented. In this sense, it brings into question the principle of comprehensive care indicated by the health policy and its fundamental importance for the realization of the comprehensive health care network from the interdisciplinary and intersectoral coordination. As the focus of this research is the comprehensive health care to people with chronic kidney disease, it presents this disease, its epidemiological magnitude in the Brazilian population and the legislation that supports the implementation of comprehensive health care network for patients. The research also analyzes the job of the social worker considering the health policy and the context of the execution of comprehensive health care networks for people with chronic kidney disease, besides it tries to understand what the shape of the comprehensive health care networks is. We conclude that there are many factors that affect the execution of the comprehensive health care network for people in renal replacement therapy, for example, the issues of work and its precariousness in health services, the disintegration of health care, the dismantling of social policies, and SUS financing. These factors are reflected in the tension between what is recommended by health policy and its implementation grounded in public health project.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/148636
Arquivos Descrição Formato
001002855.pdf (791.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.