Repositório Digital

A- A A+

Otimização do uso de água de chuva armazenada em face de tarifas de contingência

.

Otimização do uso de água de chuva armazenada em face de tarifas de contingência

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Otimização do uso de água de chuva armazenada em face de tarifas de contingência
Autor Bovo, Rafael Vanni
Orientador Dornelles, Fernando
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Frente à crescente escassez de recursos hídricos que assola diversas localidades ao redor do Planeta, faz-se necessária a conscientização da população e a adoção de práticas que visem o uso racional da água. A Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) enfrenta um período crítico no seu abastecimento de água, devido a sua grande densidade demográfica e consequente demanda por água, aliados à degradação dos mananciais e à escassez de chuvas. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), responsável pelo abastecimento de água na RMSP, visando reduzir o consumo de água pela população, e assim, evitar um iminente racionamento, aprovou a cobrança de uma tarifa de contingência. Esta modalidade de cobrança tarifária tem como objetivo penalizar usuários que ultrapassem um determinado consumo, como por exemplo o seu consumo médio registrado no ano anterior, e bonificar aqueles usuários que consumirem menos que o consumo determinado. Este trabalho aborda os diferentes tipos de abastecimento de água, com foco principal em Aproveitamento de Água de Chuva (SAAC), abordando toda sua concepção e diferentes métodos de dimensionamento. Tendo em vista a tarifa de contingência adotada pela Sabesp, propõe-se uma simulação por balanço de massas entre os reservatórios de água pluvial e água tratada, para suprir a demanda por água não potável, onde são avaliadas regras de utilização do sistema de aproveitamento de água de chuva, indicando, para cada dia, os volumes de água a serem utilizados do reservatório de água de chuva e da rede de abastecimento, visando a otimização do benefício econômico por meio da redução de custos com a compra de água junto à concessionária. Objetivando-se a aplicação metodológica do sistema proposto, foram feitas simulações de implantação do SAAC e suas diferentes composições em um Shopping Center hipotético localizado na cidade de São Paulo/SP. Inicialmente foram desenvolvidas as regras de utilização otimizadas com a utilização da série histórica de precipitações da região e posteriormente verificou-se o funcionamento das regras para o período crítico (2013 a 2015) de precipitações da mesma região. A aplicação da metodologia proposta atingiu de forma satisfatória o objetivo do trabalho, uma vez que foi possível realizar a otimização das regras de utilização do balanço de massas entres os reservatórios, onde obteve-se como resultado um benefício econômico com o total gasto com a tarifa de água da concessionária, ao longo do período crítico, em comparação ao gasto com o uso desregrado da água de chuva armazenada, para suprir a demanda por água não potável do Shopping Center.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/148694
Arquivos Descrição Formato
001002457.pdf (1.143Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.