Repositório Digital

A- A A+

Paradoxos de uma modernidade longínqua : Le Corbusier e o imaginário urbano corbusiano - uma análise de suas interações com o Brasil

.

Paradoxos de uma modernidade longínqua : Le Corbusier e o imaginário urbano corbusiano - uma análise de suas interações com o Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Paradoxos de uma modernidade longínqua : Le Corbusier e o imaginário urbano corbusiano - uma análise de suas interações com o Brasil
Autor Cabral, Gilberto Flores
Orientador Pesavento, Sandra Jatahy
Data 2002
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Arquitetura moderna : Brasil : Estilo corbusier
Cidades : Imaginario
Le Corbusier, 1887-1965
Le Corbusier, 1887-1965 : Brasil
Projeto urbano
Resumo Este trabalho enfoca o processo de intercâmbio ocorrido entre Le Corbusier e os arquitetos modernistas brasileiros agrupados em torno de Lúcio Costa, enquanto significativo exemplo de troca cultural no marco da modernidade . A análise centra-se nos projetos urbanísticos como modalidades do imaginário moderno, carreando, em suas imagens e idéias, significados muito além dos propósitos específicos e pragmáticos que os justificam. Os projetos excepcionais e exemplares com referência no urbano são tomados como verdadeiras elaborações de sonhos, desejos de p.rogresso e coesão social, voltados a induzir e representar um futuro imaginário coletivo. Reconhece-se nestes projetos traços da utopia como discurso que coloca no espaço alternativas de um devir social, considerando-se as transformações do discurso utópico a partir do iluminismo, no sentido de busca ativa de realização de estados sociais desejáveis . As três viagens deLe Corbusier ao Brasil, em 1929, 1936 e 1962, e as intensas relações desse com a paisagem local e os brasileiros, são analisadas em suas diversas facetas, como um primeiro movimento na trajetória de uma troca cultural que redundaria posteriormente na emergência inesperada de uma versão peculiar da arquitetura e urbanismo modernistas com grande repercussão internacional, emanando de um lugar até então marginalizado do processo de criação cultural . São enfocadas as mudanças que o contato com o Brasil e os brasileiros teriam estimulado ou reforçado na obra corbusiana e, no sentido inverso, a sua influência decisiva na formação de uma arquitetura e urbanismo modernistas de fõlego no país. A relação dos modernistas brasileiros com o arquiteto franco-suíço é vista como inserida em um esforço das vanguardas nacionais a partir dos anos vinte, tendo o duplo objetivo de realizar ou representar um processo de criação cultural autóctone e sancionado conforme os padrões modernistas internacionais. Os paradoxos e tensões advenientes de tal bipolaridade são enfatizados no trabalho, considerados típicos de uma modernidade como acelerada transformação . O Brasil do periodo, antes de constituir-se lugar "externo" à cultura moderna, representa espaço da suprema manifestação de uma transformação avassaladora, onde tudo sempre se projeta para o futuro. O intercâmbio enfocado é visto como de mútua influência, e não como relação unilateral entre mestres e discípulos, interação criativa que não elimina a autonomia de ambas as partes.
Abstract This work focuses on a process of exchange that involved Le Corbusier and brazilian architects Iead by Lucio Costa. It is considered as an example of cultural relationship in the context ofmodemity. The analysis is centered on urban projects which are viewed as imaginary expressions, encompassing, by the ideas and images they convey, meanings far beyond their alleged specific purposes. These exeptional urban projects are thus exarnined and viewed as expressions of collective dreamings of a society eager for progress and development, seeking cohesion based on certain ideas and images of its own future.We recognise in these urban and architectural "heroic" designs, a defined utopian character. We consider "utopia" as a discourse anda set ofimages that creates new space pattems as representations of desired future states of a society. This is related to new forros of utopian thought, that have evolved since the eigtheenth century, in the sense of active and forcefull realization. The three joumeys of Le Corbusier to Brazil, in 1929, 1936 and finally in 1962, and the intense interaction the architect established with the .brazilian landscape and people, is analised from different and multiple angles. These visits are considered as a beginning of a process that eventually led to an "improbable" and unexpected emergence of the Brazilian modernist urban design and architecture. The present work approaches the changes in latter Corbusian work and life provoked or reinforced by his brazilian experience. At the same time it focuses on the influence ofLe Corbusier in the emergence of Brazilian modemist architecture and urbanism. This peculiar version of what is a largely recognized as an "intemational" cultural forro has had exeptional repercussions throughout the world. This fact, deserves further analysis and explanation considering that Brazil has always been marginalized from the mainstream production of cultural standards. The relationship between the French architect and the Brazilian modernists is viewed as an episode of a long struggle led by brazilian avant garde, in na effort to create and induce the forroation of a culture at the same time expressing authentic Brazilian values, as well as of perfect insertion into intemational modem standards. These paradoxical intents and goals have generated tensions considered typical of "modernity" as an ever moving cultural and existential condition. In this sense, the Brazil of the period studied emerges, not as a marginal and provincial place, removed from the modem world, but an environment where modernity achieves its maximum pace, projecting itself constantly into the future.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/148800
Arquivos Descrição Formato
000337505.pdf (43.16Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.