Repositório Digital

A- A A+

Caracterização dos fatores preditores de mortalidade relacionada à AIDS em Porto Alegre

.

Caracterização dos fatores preditores de mortalidade relacionada à AIDS em Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização dos fatores preditores de mortalidade relacionada à AIDS em Porto Alegre
Autor Mocellin, Lucas Pitrez da Silva
Orientador Kuchenbecker, Ricardo de Souza
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Epidemiologia
Estudos transversais
Mortalidade
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Resumo INTRODUÇÃO: A epidemia de HIV/Aids no Brasil tem se mostrado um fenômeno muito diversificado, dependendo da região do país analisada. O estado do Rio Grande do Sul (RS) e a capital Porto Alegre lideram o ranking de detecção e mortalidade relacionada à Aids na última década. Em tal contexto, tem sido estimulado estudos locais para maior compreensão da epidemia de Aids, assim como o fortaleciemento do combate a este agravo através da criação do Comitê de Mortalidade por Aids de Porto Alegre (CMAids) pela Secretaria Municipal de Saúde. OBJETIVO: Caracterizar os preditores de mortalidade relacionada à Aids entre os pacientes que acessam os serviços de saúde de Porto Alegre. METODOLOGIA: Desenvolvimento de um estudo transversal onde foram coletados dados de pacientes com HIV/Aids que acessaram um serviço de pronto-atendimento ou internação hospitalar. Também a realização de análise dos casos investigados pelo CMAids em 2015, avaliando o itinerário terapêutico percorrido pelo paciente até o seu óbito. RESULTADOS: No estudo transversal foram incluídos 831 pacientes compreendendo 1.078 internações. Ocorreram 90 óbitos, representando 10,8% da amostra. Em análise multivariada, os fatores baixa escolaridade (RP=2,37), idade avançada (RP=4,98) e serviço de saúde (RP=2,52) foram preditores significativos para o óbito. As variáveis sepse (RP=9,28), utilização de UTI (RP=2,38), baixa contagem de CD4 (RP=0,99) e alta carga viral do HIV (RP=1,02) estiveram associadas ao desfecho morte. A influência da variável serviço de saúde para o óbito demonstra a existência de iniquidades entre os pacientes que acessam os diferentes serviços. Em relação aos casos investigados pelo CMAids, verifica-se que a tuberculose foi à causa de morte mais freqüentemente relatada (32,69%). Um total de 150 falhas foram enumeradas referente ao atendimento dos pacientes pelos serviços de saúde. A falha tipificada “falha na assistência prestada pelo serviço de saúde” foi a mais comumente verificada (48% de todas as falhas). Situações de possíveis falhas no atendimento estavam presentes em 96,2% dos casos, as quais estiveram relacionadas direta ou indiretamente às mortes. CONCLUSÃO: Fica claro a existência de padrões de morbidade e mortalidade distintos entre os serviços de saúde, possivelmente resultante de potenciais iniqüidades em saúde. Ao analisar o itinerário terapêutico dos pacientes, foram observadas oportunidades perdidas de modo a evitar o óbito, assim como problemas relacionados ao atendimento dos pacientes. Estratégias para enfrentamento à epidemia em Porto Alegre devem se basear em melhorias na integração da rede de serviços de saúde e ações em conjunto das áreas técnicas de HIV/Aids e tuberculose.
Abstract INTRODUCTION: The HIV/Aids epidemic in Brazil has characteristics of a highly diversified phenomenon, varying region by region at the country. The State of Rio Grande do Sul and its capital Porto Alegre are the number one on detection and death ranking by Aids in the last decade. At this context, the Municipal Health Secretariat has been stimulated local studies with goals to better understanding Aids epidemic, as well as strengthen the fight against these disease through creation of Aids Mortality Committee of Porto Alegre (AidsMC). OBJECTIVE: To characterize predictors of Aids mortality in subjects who access the health services at Porto Alegre. METHODOLOGY: Development of a cross-sectional study design, of which patients data with HIV/Aids who are hospitalized or accessed a emergency care service were collected. Also, conducting a descriptive study, analyzing all cases investigated by AidsMC in 2015, which evaluate the therapeutic itinerary of patients. RESULTS: In cross-sectional study design 831 subjects were enrolled, corresponding to 1.078 hospitalizations. A total of 90 deaths occurred, representing 10,8% of sample subjects. Low education level (PR=2.37), older age (PR=4.98) and health service where the patient is hospitalized (PR=2.52) were statistically significant predictors of death. The variables sepsis (PR=9.28), use of ICU (PR=2.38), low CD4 levels (PR=0.99) and high viral load HIV levels (PR=1.02) were associated with death. The findings about health service variable demonstrate there are iniquities among patients who access different health services. Regarding to cases investigated by AidsMC, tuberculosis was the most frequent cause of death reported (32,7%). A total of 150 failures were described related to patients care. Failure typified as “assistance failure provided by health services” was the mostly common observed (48% of all failures). There were situations of possible failures related to patient care in 96,2% of cases, which were directly or indirectly related to deaths. CONCLUSION: The existence of distinct morbidity and mortality patterns among health services is possibly result of potential inequities in health. When analyzed the therapeutic itinerary of patients, lost opportunities that avoid death were observed, as well as problems related to patients care. Strategies to confront the epidemic at Porto Alegre should be based on improvements in integration of health services network and combined actions with technical areas of HIV/Aids and tuberculosis.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/148847
Arquivos Descrição Formato
001002019.pdf (5.160Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.