Repositório Digital

A- A A+

Refletindo sobre a corporeidade do ser criança com paralisia cerebral

.

Refletindo sobre a corporeidade do ser criança com paralisia cerebral

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Refletindo sobre a corporeidade do ser criança com paralisia cerebral
Outro título Reflecting about the body situatioon of being a child with cerebral palsy
Outro título Reflexionando acerca de la corporalidad de ser un niño con parálisis cerebral
Autor Milbrath, Viviane Marten
Motta, Maria da Graça Corso da
Resta, Darielli Gindri
Freitag, Vera Lucia
Resumo Objetivo: instigar o exercício de refletir sobre a corporeidade do ser criança com paralisia cerebral a partir do olhar da fenomenologia existencial. Método: estudo descritivo, do tipo reflexão teórico filosófica à luz da perspectiva heidegeriana. Resultados: os padrões de normalidade vigentes na sociedade supervalorizam as questões morfofuncionais em detrimento do ser criança que vive com necessidades especiais, como um ser que pode adotar uma atitude autêntica e alcançar o auge do desenvolvimento de todo seu ser-capaz-de-fazer. Conclusão: Faz-se necessário um pensar na criança que vive com paralisia cerebral como uma criança e não como um conjunto de limitações. Demonstrar que a criança que vive com paralisia cerebral pode atuar através de modos inéditos de potencialidade de ser-no-mundo compensando e superando suas privações.
Abstract Objective: to instigate the exercise on reflecting about the corporeal nature of being a child with cerebral palsy from the gaze of existential phenomenology. Method: descriptive study of type philosophical theoretical reflection in the light of the Heideggerian perspective. Results: the normality standards in force in society stress morphofunctional issues in detriment of the child who lives with special needs, as a being who can adopt an authentic attitude and achieve the pinnacle of development of all its being-able-to-do. Conclusion: it becomes necessary to think about the child who lives with cerebral palsy as a child and not as a set of limitations. To demonstrate that the child who lives with cerebral palsy may act through unique modes of potentiality of being-in-the-world, counterbalancing and overcoming their privations.
Resumen Objetivo: propiciar el ejercicio de la reflexión acerca de la corporalidad de ser un niño con parálisis cerebral desde la mirada de la fenomenología existencial. Método: se realizó un estudio descriptivo del tipo filosófico de reflexión teórica a la luz de la perspectiva heideggeriana. Resultados: la normalidad las normas vigentes en la sociedad supervaloran los aspectos morfo-funcionales en detrimento del niño que vive con necesidades especiales como un ser que puede adoptar una actitud de auténtica y alcanzar el pináculo del desarrollo de todo su ser-poder-hacer. Conclusión: existe una necesidad de pensar en el hijo que vive con parálisis cerebral como un niño y no como un conjunto de limitaciones. Demostrar que el niño que vive con parálisis cerebral puede actuar a través de modos únicos de la potencialidad de ser-en-el-mundo, compensar y superar sus dificultades.
Contido em Revista de Enfermagem UFPE On Line. Recife. Vol. 10, n.8 (ago. 2016), p. 3119-3123
Assunto Corporeidade
Crianças com deficiência
Enfermagem
Paralisia cerebral : Criança
[en] Cerebral palsy
[en] Children with disabilities
[en] Existentialism
[en] Nursing
[en] Philosophy
[es] Enfermería
[es] Existencialismo
[es] Filosofía
[es] Los Niños con discapacidad
[es] Parálisis cerebral
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/148863
Arquivos Descrição Formato
000999473.pdf (347.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.