Repositório Digital

A- A A+

Previsão dos regimes de impactos gerados por tempestades sobre o sistema praial e a duna frontal

.

Previsão dos regimes de impactos gerados por tempestades sobre o sistema praial e a duna frontal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Previsão dos regimes de impactos gerados por tempestades sobre o sistema praial e a duna frontal
Autor Prado, Michel Franco Volpato
Orientador Weschenfelder, Jair
Co-orientador Klein, Antonio Henrique da Fontoura
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Dunas
Praias
Tempestades
[en] Beach
[en] Foredune
[en] Storm impacts
Resumo Este estudo tem como objetivo a previsão de impactos gerados por tempestades sobre os sistemas praial e de dunas frontais nas costas Leste (praias expostas) e Norte (praias abrigadas) da Ilha de Santa Catarina. A área de estudo abrange as praias entre a Barra da Lagoa e a Praia da Daniela. As respostas da costa frente aos eventos de tempestades foram classificadas em quatro diferentes regimes: Espraiamento (Swash), Colisão (Collision), Sobrelavagem (Overwash) e Inundação (Inundation). A delimitação entre cada regime é baseada na mais alta e mais baixa elevação vertical do nível d’água em relação às características morfológicas da duna frontal (base e crista). Para a Costa Leste, onde as praias são expostas à incidência de ondas, a máxima elevação do nível do mar foi definida pela soma do wave runup, maré astronômica e maré meteorológica, calculada para quatro distintos períodos de retornos (5, 10, 25 e 50 anos). A mais baixa elevação do mar foi definida como sendo a elevação na qual a praia é, na maior parte do tempo, continuamente submersa. Enquanto que para a Costa Norte, onde as praias são abrigadas da incidência das ondas, a máxima elevação do nível do mar durante eventos de tempestades foi calculada levando-se em consideração a soma das marés astronômica e meteorológicas para cada período de retorno analisado; enquanto que a mínima elevação foi representada pelo nível mais alto da maré astronômica. Em ambas as costas, foram adicionados os valores de elevação do nível do mar baseados nas previsões de pior caso do relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas. De acordo com este estudo a elevação do nível médio do mar vem ocorrendo em uma taxa de 4 mm/ano com uma aceleração anual de 0,019 mm/ano². Os resultados mostram que para a maioria das praias expostas não houve mudança de regime entre os períodos de retorno analisados. As exceções foram a porção central da praia dos Ingleses que apresentou passagem do regime de sobrelavagem (5 e 10 anos) para o regime de inundação (25 e 50 anos) e a Praia Brava que foi classificada como sujeita ao regime de colisão para o período de retorno de 5 anos passando a ser classificada como submetida ao regime de sobrelavagem para os demais períodos. O regime de sobrelavagem foi predominante para as praias abrigadas, sendo este o único regime registrado em toda a Costa Norte para o período de 50 anos.
Abstract This study aims to forecast the impacts of storms on the beache and foredune system along the East (exposed beaches) and North (sheltered beaches) coast of Santa Catarina Island. The study area covers the beaches between Barra da Lagoa and Daniela Beach. The coastal storm response were classified into four different regimes: Swash, Collision, Overwash and Inundation. The limits between regimes are based on the highest and lowest vertical elevation of the water level in relation to the elevation of geomorphic features of the foredune (base and crest). To the East Coast the maximum rise in sea level was defined as the sum of the wave runup, astronomical tide and storm surge, calculated for four different return periods (5, 10, 25 and 50 years). The lowest elevation of the sea is defined as the elevation at below which the beach is, most of the time, continuously subaqueous. On the North Coast the maximum rise in sea level during storm events was calculated taking into account the sum of astronomical and meteorological tides; the minimum level was defined as the maximum vertical range of astronomical tide for each return period. On both coasts the sea level rise (SLR) based on worst-case of the Climate Change Intergovernmental Panel report predictions was added to the maximun and minimum sea level elevation. According to this study the increase on the mean sea level has been occurring at a rate of 4 mm/year with an annual acceleration of 0.019 mm/ano². The results show that most of the exposed beaches did not change their regimes between the return periods analyzed. The exceptions being the Central-North portion of Ingleses, that went from overwash (RP 5 and 10 years) to inundation (RP 25 and 50 years) and Brava which changed from collision (RP 5 years) to overwash regime (RP 10, 25 and 50 years). Overwash was the predominant regime on sheltered beaches, being the only recorded regime for the 50-year return period.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/148928
Arquivos Descrição Formato
001003925.pdf (3.380Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.