Repositório Digital

A- A A+

Gerenciamento automático de recursos reconfiguráveis visando a redução de área e do consumo de potência em dispositivos embarcados

.

Gerenciamento automático de recursos reconfiguráveis visando a redução de área e do consumo de potência em dispositivos embarcados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gerenciamento automático de recursos reconfiguráveis visando a redução de área e do consumo de potência em dispositivos embarcados
Outro título Automatic reconfigurable resources management aim to reduce area and power consumption on embedded systems
Autor Rutzig, Mateus Beck
Orientador Carro, Luigi
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Microeletronica
Multiprocessadores
Sistemas embarcados
[en] Area exploitation
[en] Embedded systems
[en] Power reduction
[en] Reconfigurable architectures
Resumo A complexidade dos sistemas embarcados está crescendo devido à agregação de funcionalidades em um único dispositivo eletrônico e a heterogeneidade de comportamento das aplicações que compõe estas funcionalidades agrava este cenário. Atualmente, os projetistas de processadores estão buscando outro paradigma de computação para ser empregado neste tipo de dispositivo. A aceleração da execução dos processadores Superescalares está estagnada, a extração do paralelismo no modelo Von- Neumann está chegando ao limite teórico. Arquiteturas Dataflow são uma possível solução para este problema, entretanto a área disponível em silício da tecnologia atual não comporta a implementação deste tipo de arquitetura. Arquiteturas reconfiguráveis aparecem como uma solução viável para a exploração de um alto nível de paralelismo, sendo factível a implementação deste tipo de arquitetura nas atuais tecnologias CMOS. Entretanto, a inserção do hardware reconfigurável ocasiona uma elevação na área ocupada e, conseqüentemente, na potência consumida. É neste cenário que este trabalho se insere. Uma arquitetura reconfigurável foi escolhida como estudo de caso, sendo acoplada a um processador MIPS R3000. Além disto, foi desenvolvida uma ferramenta que, automaticamente, constrói um hardware otimizado através da exploração de recursos necessários para obter o máximo grau de paralelismo da execução de um conjunto de aplicações. O acoplamento desta ferramenta com a técnica de tradução binária utilizada nesta arquitetura reconfigurável provê uma exploração estática/dinâmica. Estática pelo ponto de vista de construção de uma nova unidade reconfigurável otimizada em área antes da fabricação do chip. Dinâmica devido a adaptabilidade da execução do tradutor binário, após a fabricação da unidade otimizada gerada pela ferramenta, a unidade otimizada alcança as mesmas acelerações demonstradas na unidade não otimizada com uma menor área ocupada e potência consumida. Além disto, neste trabalho é demonstrado o impacto na potência consumida pelo sistema fornecido por uma técnica de desligamento de blocos da unidade funcional reconfigurável. Assim, as explorações da área e do consumo de potência demonstraram ser factível a inserção da arquitetura reconfigurável proposta em um dispositivo embarcado.
Abstract Nowadays, the large amount of complex and heterogeneous functionalities that are found on a single embedded device has driven designers to create novel solutions to increase the performance of embedded processors and, at the same time, maintain power dissipation as low as possible. While the instruction level parallelism exploitation is reaching the theoretical limit, Dataflow architectures are seen as a reasonable proposal to solve this problem. However, even for near future CMOS technologies, the price to pay for using such architectures is still too high. Reconfigurable architectures could be a possible solution to explore higher-levels of parallelism, and their deployment on current CMOS technologies is feasible. However, the fusion of a reconfigurable hardware with a general-purpose processor still implies in a high area overhead, besides the elevated power consumption. The proposal of this work is to couple static and dynamic techniques to achieve a low-power, high performance reconfigurable architecture that can show speed ups for several heterogeneous applications with the minimum possible area overhead. At design time, the static exploitation produces a new reconfigurable unit optimized in area. Thanks to the proposed dynamic reconfiguration mechanism, the optimized reconfigurable unit provides acceleration and low power dissipation, adapting to the different degrees of parallelism available in the application, and accelerating applications not foreseen at design time.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14901
Arquivos Descrição Formato
000670017.pdf (2.883Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.