Repositório Digital

A- A A+

Distribuição espacial dos usos residenciais do solo : o caso de Porto Alegre

.

Distribuição espacial dos usos residenciais do solo : o caso de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Distribuição espacial dos usos residenciais do solo : o caso de Porto Alegre
Autor Cabral, Gilberto Flores
Orientador Lengler, Osmar Jorge
Data 1982
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.
Assunto Ecologia urbana : Porto Alegre
Evolução urbana : Porto Alegre (RS)
Uso do solo : Porto Alegre (RS)
Resumo Nesta dissertação propomos o estudo de distribuição espacial dos usos do solo residenciais urbanos em uma metrópole brasileira média. O trabalho focaliza o processo pelo qual uma relação entre o espaço urbano e a formação sócio-econômica se desenvolve, levando em conta os vários fatores que intervêm na formação de um exemplo específico de configuração dos usos do solo residenciais. O trabalho se desenvolve em duas linhas paralelas de investigação, a saber: - Uma análise bibliográfica, considerando as diversas teorias que tratam o tema, particularmente a Ecologia Humana e a Economia Urbana Neoclássica, assim como enfoques críticos e alternativos a essas Escolas; - Um estudo empírico da realidade urbana de Porto Alegre, buscando as possibilidades de uma metodologia de análise integrada desses diversos fatores. Esses estudos nos levaram à conclusão de que fatores relativamente autônomos ligados à formação sócio-econômica estdada, aos modelos culturais dominantes e a critérios de qualidade natural ou construída do solo urbano interagem dinamicamente na configuração dos usos do solo residenciais. Tais resultados nos levaram a rejeitar explicações das configurações urbanas baseadas em relações unicausais ou unívicas entre espaço e formação sócio-econômica, assim como a aplicação apriorística de padrões universais de estrutura espacial das cidades.
Abstract In this work we propose a study of the spatial distribution of residential land uses in a medium size metropolis in Brazil. The work ficalizes the process by which a relationship between the social an economic structure and its urban space evolve historically, taking in account the various factors that intervene in a specific example of the configuration of residential areas. The work develops two distinct lines of study, as follows: - An analysis of bibliography concerning the subject, focusing particularly the Human Ecology and American Neo-Classical Urban Economics appreaches as well as alternative and criticall theories; - An empyrical study, testing the possibilities af alternative methodologies of analysis, considering those factors. This development allowed us to conclude that relativelly autonomous factors, linked to social and economic structure, prevailing cultural models and urban site inherent quality, interact dynamically to result in a given configuration or urban land uses. This implies that the question of the structures of urban residential land uses are not reductable to simple and univoque explanatory schemes nor to universally applicable spatial patterns.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/149096
Arquivos Descrição Formato
000049789.pdf (33.65Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.