Repositório Digital

A- A A+

Mrur Jykre - a cultura do cipó : territorialidade Kaigang na margem leste do Lago Guaíba, Porto Alegre, RS

.

Mrur Jykre - a cultura do cipó : territorialidade Kaigang na margem leste do Lago Guaíba, Porto Alegre, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mrur Jykre - a cultura do cipó : territorialidade Kaigang na margem leste do Lago Guaíba, Porto Alegre, RS
Autor Freitas, Ana Elisa de Castro
Orientador Eckert, Cornelia
Data 2005
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia social.
Assunto Antropologia : Indios brasileiros
Cultura indígena
Etnologia indígena
Guaíba, Lago (RS)
Índios kaingang
Porto Alegre (RS) : Aspectos culturais
Territorialidade
[en] City
[en] Ethnoecology
[en] Guaíba Lake
[en] Indigenous Ethnology
[en]
[en] Kaingang
[en] Lianas
Resumo Esta tese é resultado de um estudo antropológico sobre territorialidades Kaingang (Jê Meridional) e seu pertencimento aos territórios da margem leste do Lago Guaíba, onde se situa a cidade de Porto Alegre e suas paisagens ecossociais. Procura-se reconstituir estas territorialidades a partir de uma perspectiva etnohistórica e etnográfica na intenção de conhecer como determinados espaços desta região vêm sendo reconhecidos pelos Kaingang enquanto Kanhgág Ga - Terra Kaingang, os elementos materiais e simbólicos que, desde o ponto de vista Kaingang, são importantes para a configuração do pertencimento a estes espaços e as condutas territoriais empregadas por pessoas e grupos para convertê-los efetivamente em parte de seu território. Interessam os campos de relações com a fauna, a flora, a paisagem, os homens e os espíritos que integram o que os Kaingang chamam Mrur Jykre: um modo de vida centrado no manejo dos cipós que habitam as florestas locais e com os quais estes índios fabricam objetos que comercializam para sustentar seu viver na Ymã Mág, a Aldeia Grande, a grande cidade.
Abstract This thesis is the result of an anthropological study about the Kaingang (Jê Meridional) lands and the fact of this lands take part of the territories of the east side of the Guaíba Lake, where the city of Porto Alegre and its eco-social landscapes are located. The goal is to reconstruct this territories from a etnohistorical perspective, trying to discover how some spaces of this region have been recognized by the Kaingang as Kanhgãg Ga - Kaingang land, the material and symbolic elements that, from the Kaingang point of view, are important to the foundation of their belonging to this spots and the territorial behavior used by individuals and groups to transform this spaces into their territory. The relationship with both the animal and vegetable worlds, the landscapes, the people and spiritual worls that form what the Kaingang call Mrur Jykre - the way of life based in the handicrafts this indians make using the lianas they collect in the local forests, wich is their way of making a living in the Ymã Mág - the great village, the big city.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/14922
Arquivos Descrição Formato
000668152.pdf (9.117Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000668152.zip (403.4Mb) Vídeo Arquivo ZIP Visualizar/abrir
000668152-02.zip (412.2Mb) Trabalho completo zipado Arquivo ZIP Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.