Repositório Digital

A- A A+

A causação das virtudes : virtude adquirida e virtude infusa em Tomás de Aquino

.

A causação das virtudes : virtude adquirida e virtude infusa em Tomás de Aquino

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A causação das virtudes : virtude adquirida e virtude infusa em Tomás de Aquino
Autor Gessinger, Rafael Koerig
Orientador Storck, Alfredo Carlos
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Filosofia.
Assunto Ética tomista
Filosofia medieval
Habilidade (Filosofia)
Teoria das virtudes
Tomás, de Aquino, Santo, 1225?-1274
Virtude (Filosofia)
[en] Acquired virtue
[en] Infused virtue
[en] Medieval philosophy
[en] Thomasian ethics
Resumo A tese tem por objeto as noções de virtude adquirida e de virtude infusa na obra de Tomás de Aquino, e pretende defender uma leitura integracionista da ética de Tomás, segundo a qual a os conceitos de virtude, lei e graça formam um conjunto harmônico e têm, entre si, relações de dependência recíproca. As virtudes adquiridas por atos humanos tornam-se inteligíveis à luz do conceito de sindérese e dos primeiros princípios da lei natural. As virtudes infusas são explicadas como efeitos da graça e da lei divina. O conceito de habilidade (habitus) é analisado como o gênero das virtudes e ajuda a resolver objeções contra os dois tipos de virtudes. Prova-se que a causação das virtudes adquiridas e das virtudes infusas segue uma estrutura espelhada, que tem Deus como causa eficiente remota, por meio dos princípios exteriores da lei e da graça. A origem exterior, porém, não compromete a natureza da virtude como perfeição interior, em ambos os casos, graças ao conceito de habilidade. A leitura integracionista é concluída com a subordinação das virtudes adquiridas ordenadas a uma felicidade imperfeita às virtudes infusas, que têm a felicidade perfeita como objeto e fim.
Abstract The thesis analyses the notions of acquired and infused virtue in the work of Thomas Aquinas in order to present an integracionist reading of his ethics, by which concepts like virtue, law and grace are treated as parts of a harmonic set, having reciprocal relations among each other. The idea of virtues acquired by human acts becomes intelligible in the light of the concept of synderesis and the first principles of natural law. Infused virtues are understood as effects from grace and divine law. The concept of hability (habitus) is analysed as the gender of all virtue and helps to resolve objections raised against both kinds of virtue. It proves that the causation of virtues, acquired and infused, follows a simetrical sctructure in which God works as the remote efficient cause, by means of the external principles of law and grace. However, the external provenance of these principles does not jeopardise the virtue’s character as an interior perfection, in both cases of acquired and infused virtue, thanks to the concept of hability. The integracionist reading ends with the subordination of the acquired virtues that aims to an imperfect happiness to the infused virtues that have perfect happiness as their proper object and goal.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/149555
Arquivos Descrição Formato
001005804.pdf (1.877Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.