Repositório Digital

A- A A+

Estratégias de manejo da oferta de forragem em pastagem natural : estrutura da vegetação e a recria de novilhas

.

Estratégias de manejo da oferta de forragem em pastagem natural : estrutura da vegetação e a recria de novilhas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estratégias de manejo da oferta de forragem em pastagem natural : estrutura da vegetação e a recria de novilhas
Outro título Strategies of herbage allowance management in natural pasture: vegetation structure and beef heifers raised
Autor Neves, Fabio Pereira
Orientador Carvalho, Paulo Cesar de Faccio
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Novilho
Pastagem natural
Planta forrageira
Resumo O trabalho foi conduzido em área de pastagem natural da Estação Experimental Agronômica da UFRGS, município de Eldorado do Sul-RS, entre 21/01/2006 e 13/02/2007. Os tratamentos foram ofertas diárias de forragem (OF) fixas de 8; 12 e 16% do peso vivo ao longo do ano, e OF variáveis de 8- 12; 12-8; e 16-12%, com o primeiro valor correspondendo à OF utilizada na primavera e o segundo àquela OF empregada no restante do ano. O delineamento foi o de blocos completos casualizados com duas repetições. Foram utilizadas novilhas cruza Angus e Hereford com Nelore, dos 15 aos 28 meses de idade, com peso inicial de 188 kg. O objetivo foi avaliar a influência de diferentes estratégias de manejo da OF sobre as características estruturais do pasto e sobre a aptidão reprodutiva de novilhas recriadas em pastagem natural. Para tanto, quantificou-se o percentual de área efetivamente pastejada pelos animais e a freqüência de ocorrência de sítios alimentares em diferentes faixas da altura e massa de forragem, bem como a probabilidade de estro das novilhas, dentre outras variáveis. Os resultados indicaram que nenhuma das estratégias de manejo da oferta de forragem proporciona, em freqüência significativa para os animais, a ocorrência de sítios alimentares observando-se a faixa considerada ideal para o pastejo. Os tratamentos de OF 8-12% e OF 16-12% apresentaram o menor percentual de sítios alimentares em faixas julgadas limitantes ao consumo pelos animais, sendo que no verão e no outono tais estratégias conseguem aumentar a freqüência de sítios ideais ao pastejo. Nenhuma estratégia de manejo de OF permitiu que as novilhas apresentassem atividade cíclica regular aos 24 meses de idade. Apesar de não diferirem das demais em termos de peso vivo, condição corporal e ganho médio diário dos animais, as estratégias de manejo com OF 16%; 16-12% e 8-12% condicionaram a estrutura do pasto de forma mais favorável à ingestão de forragem, apresentando maior probabilidade de estro nas novilhas aos 28 meses de idade.
Abstract The work was led in a natural pasture belonging to the Agronomic Experimental Station (UFRGS), Eldorado do Sul municipality, from 01/21/2006 to 02/13/2007. Treatments were fixed daily herbage allowances (HA) of 8; 12 and 16% of the live weight along the year, and variable HA of 8-12; 12-8; and 16-12%, with the first value corresponding to the HA used in the spring and the second one to that used during the remaining of the year. The experimental design was completely randomized block with two replicates. Beef heifers, crossbreed Angus and Hereford with Nelore, from 15 to 28 months age, were used with initial live weight of 188 kg. The objective was to evaluate the influence of different herbage allowance management strategies on pasture structural characteristics and on the reproductive aptitude of heifers being raised in natural pastures. For that, the effectively grazed area percentage and the frequency of feeding sites occurrence in different strips of sward height and herbage mass was quantified, as well as heifers’ estrus probability, among other variables. Results indicated that none of the strategies of HA management strategies had provided, in a meaningful significance, the occurrence of feeding sites considered ideally to grazing. The treatments of HA 8-12% and HA 16-12% showed lower feeding sites percentage in strips considered as constraining animal intake, so that in summer and autumn such strategies were successful in increasing the frequency of ideally sites to grazing. None of the HA management strategies allowed heifers to present regular reproductive activity at 24 months of age. Despite being not different from the others in terms of live weight, body condition and average daily gain, the HA management strategies of 16%; 16-12% and 8-12%, conditioned sward structure in a more favorable way to herbage intake, presenting greater estrus probability for heifers at 28 months of age.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14977
Arquivos Descrição Formato
000673873.pdf (958.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.