Repositório Digital

A- A A+

Os processos de sândi externo : análise variacionista da fala de São Borja

.

Os processos de sândi externo : análise variacionista da fala de São Borja

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os processos de sândi externo : análise variacionista da fala de São Borja
Autor Ludwig-Gayer, Juliana Escalier
Orientador Collischonn, Gisela
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Análise lingüística
Fonologia
Linguística
Morfologia
Sândi vocálico
São Borja (RS)
Resumo Esta pesquisa propõe uma análise variacionista do fenômeno de sândi externo em dados do Projeto VARSUL, mais especificamente da cidade de São Borja. O fenômeno de sândi vocálico pode ser realizado de três formas: elisão, degeminação e ditongação. Analisamos cada um desses processos em separado, selecionando 784 ocorrências para a análise da elisão, 606 para a análise da degeminação e 772 para a análise da ditongação. Verificamos acusticamente, em um primeiro momento, cada um desses dados selecionados através do programa Wavesurfer e partimos posteriormente para a análise estatística com o programa Goldvarb-Windows. Nessa etapa, consideramos os seguintes grupos de fatores: acento, domínio prosódico, extensão do vocábulo, distância entre os acentos, tipo de palavras (lexical/funcional), estrutura silábica, categoria das vogais envolvidas, e as variáveis extralingüísticas sexo, idade, escolaridade e informante. Os resultados obtidos após as análises estatísticas atestaram uma taxa de aplicação de 55% para a elisão, 76% para a degeminação e 12% para a ditongação. Verificamos, nesses dados, que a aplicação da elisão e da degeminação é favorecida quando temos um ou mais dos seguintes contextos: (i) quando a seqüência estiver dentro da frase fonológica; (ii) quando as vogais envolvidas forem ambas átonas; (iii) quando as palavras envolvidas forem constituídas por mais de um segmento; e/ou (iv) quando a distância entre os acentos das duas palavras for de duas sílabas ou mais. Além desses condicionantes, a elisão ainda se mostrou favorecida quando V2 era anterior média e quando a primeira palavra não era funcional. Já em relação à ditongação, verificamos que o processo é favorecido quando uma ou mais das seguintes condições estiverem presentes: (i) quando a primeira palavra ou ambas forem constituídas de apenas uma vogal; (ii) quando uma das vogais da seqüência ou ambas forem tônicas; (iii) quando houver a combinação de vogal frontal mais vogal central, ou (iv) de vogal não-alta mais alta; (v) quando a seqüência estiver no domínio do grupo clítico; (vi) quando a distância entre os acentos das duas palavras for de uma sílaba; e (vii) quando a segunda palavra não for funcional. Além disso, constatamos a seleção de algumas variáveis extralingüísticas pelo programa e concluímos que isto ocorre porque a ditongação parece ser aplicada mais por determinados informantes do que por outros. De modo geral, nossos resultados confirmam os obtidos nas pesquisas que serviram de base em relação ao domínio prosódico preferencial de aplicação da elisão e da degeminação, à extensão das palavras envolvidas, ao acento das vogais, e à distância entre os acentos das palavras envolvidas. Por outro lado, os fatores categoria de palavras (lexical/funcional) e estrutura silábica de V2 não foram confirmados.
Abstract This research proposes a variationist analysis of the phenomenon of external sandhi on spoken data withdrawn from VARSUL Project, more specifically from São Borja. The phenomenon of vocalic sandhi can be achieved in three ways: elision, degemination, and diphthongization. We analyzed each of these processes by itself, selecting 784 events for the analysis of elision, 606 for the analysis of degemination, and 772 for the analysis of diphthongization. Each token was verified acoustically using Wavesurfer program. A statistical analysis was done with the Goldvarb-windows program. At this stage, we considered the following groups of factors: stress, prosodic constitution, extension of words involved, distance between stresses, category of words (lexical/functional), syllabic structure, featural category of the vowels involved, and the extra-linguistic variables sex, age, education, and informant. The results, after statistical analysis, indicated a rate of application of 55% for elision, 76% for degemination, and 12% for diphthongization. The analysis showed that the implementation of elision and degemination occurs more frequently in the following contexts: (i) within the phonological phrase; (ii) when the two adjacent vowels are unstressed; (iii) when the words involved are polysyllabic; (iv) and when there is a distance of two or more syllables between stresses. Further, elision was preferred when the second vowel was mid front and when the sequence of words was non-functional word + word. In relation to diphthongization, the process was favored when one or more of the following conditions are met: (i) when the first word or both are formed by just one vowel; (ii) when one of the vowels or both are stressed; (iii) when there is a combination of front vowel and central vowel, or (iv) a combination of non-high vowel and high vowel; (v) when the sequence is in the clitic group; (vi) when there is a distance of one syllable between stresses; or (vii) when the second word is not a functional word. We have also seen that diphthongization seems to be more frequent in the speech of some informants than others, explaining the selection of some extra-linguistic variables by the program. Overall, our results confirm previous analyzes as regards the conditioning factors of prosodic constitution (EL and DE), extension of words involved, stress of vowels and distance between stresses. However the role of factors like category of words (lexical/functional) and syllabic structure of V2 was disconfirmed.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14993
Arquivos Descrição Formato
000673079.pdf (820.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.