Repositório Digital

A- A A+

Inovação tecnológica na agricultura como estratégia de adaptação às mudanças climáticas : um estudo de caso

.

Inovação tecnológica na agricultura como estratégia de adaptação às mudanças climáticas : um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Inovação tecnológica na agricultura como estratégia de adaptação às mudanças climáticas : um estudo de caso
Autor Leite, João Guilherme Dal Belo
Orientador Federizzi, Luiz Carlos
Co-orientador Bergamaschi, Homero
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Agroindústria
Agronegócios
Impacto ambiental : Agricultura
Inovação tecnológica
Mudanças climáticas
[en] Air temperature
[en] Avena sativa L
[en] Historical series
[en] Phenology
[en] Technology
Resumo A área agrícola terrestre vem sofrendo progressivas ameaças ao longo dos últimos anos, em função do aumento da variabilidade climática. As alterações nos padrões climáticos globais incorrem em limitações aos sistemas agrícolas e, por conseqüência, a produção de alimentos no mundo. Num estudo de caso, este trabalho teve por objetivo verificar evidências de alterações climáticas e seus possíveis impactos sobre a agricultura, além de apontar estratégias adaptativas sob a ótica da inovação tecnológica. Foram utilizadas análises de regressão para verificar a ocorrência de tendências sobre o transcurso da temperatura do ar média, máxima e mínima na Depressão Central do Rio Grande do Sul. As mesmas análises também foram utilizadas para apontar possíveis tendências sobre o número de dias da emergência ao florescimento (DEF) e a soma térmica necessária para atingir o florescimento da cultura da aveia. Os dados referentes à temperatura compõem uma série histórica climática, que conta com observações diárias de temperatura de 1970 a 2007. Os dados referentes à cultura da aveia deram origem à série histórica fenológica. Esta foi utilizada como possível indicador de mudanças climáticas, através de alterações no ciclo da cultura. O histórico tecnológico da cultura da aveia, em 30 anos, foi utilizado como fonte de informações para apontar as principais inovações e sua contribuição como estratégia de adaptação frente às mudanças climáticas. As inovações apontadas foram classificadas como “autônomas” ou “planejadas”, de acordo com o cenário proposto pelo IPCC (2007). Os resultados foram reveladores à medida que atestaram a ocorrência de mudanças climáticas; porém, não pela elevação na temperatura média, mas sim pela maior amplitude térmica. Tal condição determinou oscilações interanuais na fenologia da cultura da aveia, porém sem a ocorrência de tendências. O histórico tecnológico de cultivo da aveia demonstrou que, apesar das inovações terem sido fundamentais para evolução da cultura, os avanços parecem ainda incipientes em relação ao clima. O plantio direto possibilitou adaptações autônomas, pelo manejo da data de semeadura, enquanto que o melhoramento genético convencional possibilitou adaptações planejadas, através do desenvolvimento de cultivares mais adaptadas ao clima.
Abstract The global agricultural land has been suffering gradual threats in the last years in function of the increase in climatic variability. Alterations in the global climatic patterns incur limitations to the agricultural systems and, for consequence, to the food production in the world. As a case study this work aimed to verify evidences of climate alterations, their possible impacts to agricultural systems, beyond looking for adaptive strategies under the view of technological innovation. The regression analyses were used to verify the occurrence of trends on the medium, maximum and minimum air temperature. The same analyses were also used to indicate the occurrence of possible trends on the number of days from the emergency to flowering (DEF) and on the thermal sum necessary for reaching the flowering of oat crops. The temperature data composed a climatic historical series that was constructed with daily observations from 1970 to 2007. Data from oat crops were used to organize a phenological series. It also was used as a possible indicator of climate changes through oscillations in the crop cycle. A technological description of the oat production system during 30 years was established and used as a source of information to point the main innovations and its contribution, as a strategy of adaptation to climatic alterations. The found innovations had been classified as “autonomous” or “planned”, in agreement to the proposal of the IPCC (2007). The results confirmed the occurrence of climatic alterations, even not for rising the medium temperature, but for enlargement of the thermal extremities. Such condition results in inter-annual phenological variation, but without any trend. The technological description of the production system of oat demonstrated that, although the innovations were very important for the evolution in time, advances related to the climate were weak. No-tillage enabled autonomous adaptations due to alterations of the sowing calendar, while the conventional genetic improvement allowed planned adaptations to development of genotypes better climate adapted.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15016
Arquivos Descrição Formato
000673669.pdf (750.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.