Repositório Digital

A- A A+

Representacoes sociais sobre praticas de ensino e aprendizagem musical : um estudo etnografico entre congadeiros, professores e estudantes de musica

.

Representacoes sociais sobre praticas de ensino e aprendizagem musical : um estudo etnografico entre congadeiros, professores e estudantes de musica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Representacoes sociais sobre praticas de ensino e aprendizagem musical : um estudo etnografico entre congadeiros, professores e estudantes de musica
Autor Arroyo, Margarete
Orientador Lucas, Maria Elizabeth da Silva
Data 1999
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Curso de Pós-Graduação em Artes Visuais.
Assunto Educacao musical : Etnografia
Música : Antropologia social
Resumo Esta pesquisa é um estudo etnográfico realizado em dois cenários, social e culturalmente diferenciados de ensino e aprendizagem de música. Inseri-me no contexto ritual do Congado e no contexto institucional do Conservatório de Música, ambos localizados na cidade de Uberlândia, MG, entre os anos de 1995 e 1997. A proposta de lançar um olhar antropológico sobre práticas de educação musical a partir da vivência do estranho e do estranhamento do familiar, promoveu um processo central da pesquisa: a transformação do olhar da pesquisadora sobre os cenários de estudo. O ritual afro-católico do Congado, que mobiliza parte significativa da população afro-brasileira de Uberlândia, e o Conservatório de Música, uma escola pública que atende a algumas unidades de milhares de uberlandeses de diferentes classes sociais, tornaram-se campos heurísticos para uma compreensão mais densa da relação aprendiz e fazer musical. A questão que me conduziu no trabalho de campo foi o desvelamento das representações sociais sobre o fazer musical, sendo que o conceito sócioantropológico de "representações sociais" refere-se ao saber conceitual e prático construído e compartilhado coletivamente. As representações sociais edificam a realidade, sendo compreendidas no senso comum como formas naturalizadas de significado. No decorrer do trabalho de campo, o tema "educação musical como cultura" emergiu como um articulador do estudo simultâneo nos dois cenários, bem como da textualização da pesquisa. A interface desse tema com o campo acadêmico da Educação Musical, desvelou a relevância do olhar antropológico sobre práticas de ensino e aprendizagem em música. Esse olhar vem possibilitar um alargamento dos discursos e práticas da Educação Musical, apontando para um lugar mais relevante dos mesmos no âmbito da produção acadêmica.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15025
Arquivos Descrição Formato
000241418.pdf (19.16Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.