Repositório Digital

A- A A+

A cultura dos usos das redes na academia : um olhar de professores universitários, brasileiros e italianos, sobre o uso das mídias sociais na docência

.

A cultura dos usos das redes na academia : um olhar de professores universitários, brasileiros e italianos, sobre o uso das mídias sociais na docência

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A cultura dos usos das redes na academia : um olhar de professores universitários, brasileiros e italianos, sobre o uso das mídias sociais na docência
Autor Favero, Rute Vera Maria
Orientador Axt, Margarete
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação
Ensino superior
Mídia
Professor
Redes sociais
[en] Education
[en] Higher Education
[en] SNS
[en] Social Media
[en] Social Networks
Resumo Este estudo, oriundo do PPGEDU/UFRGS, na Linha de Pesquisa Arte, Linguagem e Currículo, aborda a pesquisa realizada com professores, de áreas distintas, de duas universidades públicas e duas privadas em cada país – Brasil e Itália – para responderem a uma entrevista semiestruturada, a fim de identificar como os professores de cursos de nível superior consideram o uso pedagógico das mídias sociais na docência. A motivação surgiu a partir de questionamentos como: neste mundo, no qual as mídias sociais fazem parte do cotidiano da grande maioria das pessoas, onde a Educação se insere? Redes sociais e Educação poderão conviver e apoiarem-se mutuamente? As abordagens metodológicas utilizadas foram a qualitativa e a quantitativa, empregando-se a pesquisa do tipo exploratória. Para inferir os dados produzidos, a análise considerou tanto o conteúdo, quanto o enunciado. Para tanto, foram aplicadas a Análise de Enunciado na perspectiva dialógica, utilizando-se uma concepção bakhtiniana e freireana, e a Análise de Conteúdo, que ofereceu elementos para subsidiar a pesquisa quantitativa, instrumentada pelo software NVivo. Com esta pesquisa, propomos uma reflexão sobre as possibilidades de usos dos recursos oferecidos nas mídias sociais, afirmados e explanados pelos próprios professores, seja com aqueles que delas fazem uso, seja com aqueles que não as utilizam em seu cotidiano docente. Mediante perguntas específicas, buscamos conhecer um pouco mais sobre quem é este professor frente às tecnologias questionadas. O percentual médio de professores que faz um uso efetivo das mídias sociais na Educação, nas universidades italianas, foi de 13%. Já na universidade pública brasileira, este percentual sobe para 42%. Os professores entrevistados da universidade privada brasileira não fazem uso das Social Networking Sites (SNS) na docência. Das entrevistas analisadas, 81% dos professores dizem considerar importante o uso das SNS no Ensino/Aprendizagem, e 68% acreditam que seja possível construir comunidades de aprendizagem nos ambientes oferecidos pelas mídias sociais. Assim, as entrevistas mostraram que este é um movimento sem volta e que é estabelecendo relações dialógicas com os estudantes, é se permitindo experimentar, é buscando alternativas diversas, e é da práxis dos professores pesquisados que vem a apropriação das mídias sociais em seu fazer docente. Diante de tudo isso, pode-se concluir que é fundamental que o uso das redes sociais no meio acadêmico seja estimulado pelas universidades, uma vez que seu uso tem contribuído para uma maior qualidade do processo de ensino/aprendizagem; afinal a presença das redes sociais na Educação está incontestável.
Abstract This study, derived from PPGEDU/UFRGS, in the search line of Educational Psychology, Educational Systems/Learning and Education in Health, approaches a research conducted with teachers, from different areas, from two public and two private universities in each country – Brazil and Italy – in order to them to answer to a semi structured interview, so that the considerations of Higher Education teachers about the pedagogical use of social media in teaching could be identified. The motivation came from questions like: in this world where social networks are part of the daily lives of most people, where is education included? Can social network and education coexist and support each other? The methodological approaches used were qualitative and quantitative, with a basis in the research of the exploratory type. To infer the produced data, the analysis considered both the content and the statement. Therefore, Statement Analysis in the dialogical perspective, considering Bakhtin and Freire’s conceptions, and Content Analysis, that offered elements to support the quantitative research, instrumented by NVivo software, were applied. With this research, it’s proposed a reflection on the use of possibilities of the resources available in social media, affirmed and explained by teachers themselves, either with those who make use of them or those who do not use them in their teaching routine. After analyzing the data produced It was detected that 81% said they realize the importance of using some social media in their teaching routine. Through specific questions, there is the attempt to know a little more about who is this teacher facing the approached technologies. The average percentage of teachers which effectively use social media in education, in Italian universities, was 13%. In the Brazilian public university, this percentage rises to 42%. The interviewed teachers from the Brazilian Private University do not use Social Networking Site (SNS) in teaching. From the analyzed interviews, we conclude that 81% of teachers say it is important to consider the use of the SNS in Teaching / Learning, and 68% believe it’s possible to build learning communities in the environment offered by social media. So , the interviews shown that this is an impossible to turn back movement, and that it is establishing dialogical relations with students, and allowing yourself to experience, from seeking several alternatives, and from the praxis of the surveyed teachers comes the appropriation of social media in the teaching practice. As a result, we can conclude that it’s fundamental that the use of social networks in the academic environment be stimulated by universities, since its use has contributed to a higher quality of the process of Teaching/Learning; after all the presence of social networks in contemporary education is incontestable.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/151639
Arquivos Descrição Formato
001011730.pdf (4.016Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.