Repositório Digital

A- A A+

Conodontes e a cronoestratigrafia da base da seção Pensilvaniana, na região de Itaituba, porção sul da Bacia do Amazonas, Brasil

.

Conodontes e a cronoestratigrafia da base da seção Pensilvaniana, na região de Itaituba, porção sul da Bacia do Amazonas, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conodontes e a cronoestratigrafia da base da seção Pensilvaniana, na região de Itaituba, porção sul da Bacia do Amazonas, Brasil
Autor Nascimento, Sara
Orientador Lemos, Valesca Brasil
Co-orientador Scomazzon, Ana Karina
Data 2008
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Amazonas, Rio, Bacia
Bioestratigrafia
Conodontes
Formação itaituba
Resumo O presente estudo integra informações biocronoestratigráficas provenientes de estratos sedimentares de dois afloramentos a beira do Rio Tapajós e três pedreiras de calcário, localizados no sul do Estado do Pará. Estes cinco afloramentos compõem uma sucessão cronoestratigráfica – denominada seção do Tapajós. Os depósitos sedimentares desta seção aqui estudada são arenitos fluvio-eólicos, representados na porção superior da Formação Monte Alegre e carbonatos marinhos, nos estratos basais da Formação Itaituba. Os dados bioestratigráficos foram obtidos através da análise de microfósseis conodontes e as informações cronoestratigráficas, refinadas com auxílio de palinomorfos, configurando uma idade neomorrowana – mesoatokana para a seção do Tapajós. A associação de conodontes inclui elementos de Idiognathodus incurvus, Idiognathoides sinuatus, Neognathodus bothrops, N. bassleri, N. medadultimus, N. atokaensis, N. roundyi, Adetognathus lautus, Hindeodus minutus, Diplognathodus coloradoensis, D. orphanus, D. ellesmerensis, Rhachistognathus muricatus, Idioprioniodus sp., Ellisonia latilaminata, E. conflexa, Ubinates advena e Gondolella sp. Com exceção de Rhachistognathus muricatus, espécie típica do Morrowano, encontrada nos estratos mais superiores da Formação Monte Alegre e basais da Formação Itaituba, os demais elementos da associação são tipicamente atokanos. São aqui propostas duas zonas de amplitude do táxon Rhachistognathus muricatus e Diplognathodus orphanus e uma cenozona Idiognathodus incurvus/Neognathodus atokaensis/Neognathodus medadultimus para a seção analisada. Os palinomorfos Costatascyclus crenatus, Protohaploxypinus amplus, Spelaeotriletes arenaceus, S. triangulus, Meristocorpus explicatus, Striomonosaccites incrassatus e Meristocorpus sp. B são importantes para a bioestratigrafia e posicionam a porção superior da seção Tapajós – estratos da Formação Itaituba, no Atokano médio, corroborando com a idade atokana obtida pelos conodontes Idiognathodus incurvus e Diplognathodus orphanus. Nesta porção superior da seção do Tapajós é assinalada também a presença de um intervalo de sedimentação continental, sendo observada a presença de megásporos atribuídos ao Filo Lycophyta. Novos gêneros de conodontes, Ellisonia, Ubinates e Gondolella são registrados pela primeira vez na Bacia do Amazonas. Esses gêneros são importantes indicadores paleoecológicos e auxiliam nos trabalhos de correlação com a América do Norte, em especial dos estratos pensilvanianos do Midcontinent. Os conodontes são encontrados principalmente nos packstones, wackestones e mudstones, e apresentam um Índice de Alteração de Cor que varia entre 1,5 e 2,0. Não existindo homogeneidade nas feições microestruturais. A fauna associada inclui braquiópodes, equinodermados, briozoários, corais, gastrópodes, foraminíferos, esponjas, ostracodes, trilobitas, escolecodontes, bivalvos e fragmentos de peixe, os quais auxiliam também na identificação das diferentes fácies de infra e intermaré estabelecidas.
Abstract This study integrate biochronostratigraphic data from sedimentary strata of two outcrops along the Tapajós river and three limestone quarries, located in the southern State of Pará. These five outcrops comprise a chronostratigraphic succession - named Tapajós section. The sedimentary deposits of the section herein studied contain fluvio-eolic sandstones represented in the upper portion of Monte Alegre Formation and shallow marine limestones, in the basal strata of Itaituba Formation. The biostratigraphic data were obtained through analysis of microfossils conodonts and chronostratigraphic information refined with palinomorphs support, setting a late Morrowan – middle Atokan age to the Tapajós section. The conodont assemblage includes Idiognathodus incurvus, Idiognathoides sinuatus, Neognathodus bothrops, N. bassleri, N. medadultimus, N. atokaensis, N. roundyi, Adetognathus lautus, Hindeodus minutus, Diplognathodus coloradoensis, D. orphanus, D. ellesmerensis, Rhachistognathus muricatus, Idioprioniodus sp., Ellisonia latilaminata, E. conflexa, Ubinates advena and Gondolella sp. Despite the occurrence of Rhachistognathus muricatus, a Morrowan index, found from the upper Monte Alegre through lower level of Itaituba formation, all other elements are typical of Atokan age. Two taxon range zones are herein proposed: Rhachistognathus muricatus and Diplognathodus orphanus, and one assemblage zone: Idiognathodus incurvus/Neognathodus atokaensis/Neognathodus medadultimus, to the analyzed section. Palinomorphs Costatascyclus crenatus, Protohaploxypinus amplus, Spelaeotriletes arenaceus, S. triangulus, Meristocorpus explicatus, Striomonosaccites incrassatus and Meristocorpus sp. B are important biostratigraphic indexes, regarding the upper part of Tapajós section – strata of Itaituba Formation, to middle Atokan, corroborating with Atokan age obtained by conodonts Idiognathodus incurvus and Diplognathodus orphanus. In this upper part of the Tapajós section is also assigned an interval of continental sedimentation, being regarded the occurrence of megaspores of Lycophyta phyla. New genera of conodonts such as Ellisonia, Ubinates and Gondolella are registered for the first time in the Amazonas Basin. These genera are important paleoenvironmental indicators and helps in correlation with North America, especially Midcontinent Pennsylvanian strata. The conodonts are mainly found in packstones, wackestones and mudstones, and have a Color Alteration Index – CAI which varies between 1.5 and 2.0, with no uniformity in the microstrutural features. The associated fauna includes brachiopods, echinoderms, bryozoans, corals, gastropods, foraminifers, sponges, ostracods, trilobites, scolecodonts, bivalves and fragments of fish, which also support the different identified facies of shallow marine deposits.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15280
Arquivos Descrição Formato
000677711.pdf (11.88Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.