Repositório Digital

A- A A+

É o professor quem diz quando se fala? : a tomada de turnos de fala em atividades diferentes em uma turma de 1. série em educação bilíngüe

.

É o professor quem diz quando se fala? : a tomada de turnos de fala em atividades diferentes em uma turma de 1. série em educação bilíngüe

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título É o professor quem diz quando se fala? : a tomada de turnos de fala em atividades diferentes em uma turma de 1. série em educação bilíngüe
Autor Rosa, Aline Paulino da
Orientador Garcez, Pedro de Moraes
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Análise da conversação
Análise da conversa etnometodológica
Aprendizagem
Bilingüismo
Ensino de línguas
Ensino fundamental
Linguagem e línguas
Língua inglesa
Língua portuguesa
Lingüística aplicada
Microetnografia escolar
Sociolingüística
Resumo Esta pesquisa tem como objetivo investigar a sistemática de tomada de turnos empregada em duas atividades diferentes, a saber, a hora da rodinha e a contação de histórias, em uma sala de 1ª série de educação bilíngüe. Os conceitos teóricos e a fundamentação metodológica estão embasados na Análise da Conversa Etnometodológica (ACE) e na Microetnografia Escolar. O corpus da análise se constitui de cerca de 4 horas gravações audiovisuais realizadas em uma escola particular de Porto Alegre que possui um currículo de educação bilíngüe (português – inglês). Após a análise dos dados verificou-se uma diferença significativa quanto à organização da sistemática empregada nas duas atividades. Foi observada a livre tomada dos turnos pelos alunos e o conseqüente direcionamento da atividade durante a contação de histórias resultando em um gerenciamento mais local dos turnos de fala. Por outro lado, em função da natureza organizacional da atividade de hora da rodinha, constatou-se um controle mais rígido das auto-seleções e um acesso mais restrito ao piso conversacional gerenciado pela professora. Além disso, após a análise das interações em cada uma delas, verificou-se também uma maneira diferenciada de participação dos alunos corroborando a asserção de que há um movimento de mudança no padrão interacional esperado para esse cenário. A maneira pela qual os alunos tomam os turnos de fala, o teor de determinadas contribuições e algumas respostas dos professores para essas ações podem remeter a “um aparente caos”. Contudo, uma análise detida das interações revela um alto engajamento dos alunos e uma construção conjunta da participação durante as atividades propostas.
Abstract This research aims at investigating the turn taking system of two different activities: circle time and storytelling, in a 1st. grade bilingual classroom. The theoretical and methodological concepts underlying the research are the Conversation Analysis (CA) and Microethnography. The research corpus is comprised of a four-hour video recording of interactions carried out in a private bilingual school of Porto Alegre, which has a bilingual curriculum (Portuguese – English). The generated data provide evidence that there is a significant difference in relation to the turn taking organization of the two activities. It was observed that the students selfselect more freely during the storytelling activity, which resulted in a more local management of turns. On the other hand, due to the core organization of Circle time, it was observed a more strict management of the self-selections and a more restrict access to the conversational floor managed by the teacher. Furthermore, after the deep analysis of each one of the activities, it was verified a different way to engage in the activities corroborating the argument that there is a significant change in the interaction pattern expected for this setting. The way the students take turns, the content of some of their contributions and the way teachers respond to these actions may suggest a chaotic classroom structure. However, a detailed analysis of the interactions reveals a serious engagement by the students and the joint construction of participation during the activities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15319
Arquivos Descrição Formato
000677870.pdf (3.892Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.