Repositório Digital

A- A A+

Presença de Ascogregarina spp. em populações de Aedes (Stegomyia) spp. no estado de Santa Catarina e aspectos da interação parasito-hospedeiro em Aedes aegypti

.

Presença de Ascogregarina spp. em populações de Aedes (Stegomyia) spp. no estado de Santa Catarina e aspectos da interação parasito-hospedeiro em Aedes aegypti

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Presença de Ascogregarina spp. em populações de Aedes (Stegomyia) spp. no estado de Santa Catarina e aspectos da interação parasito-hospedeiro em Aedes aegypti
Outro título Presence of Ascogregarina spp. IN Aedes (Stegomyia) spp. populations in Santa Catarina state and aspects of parasite- host interaction in Aedes aegypti
Autor Pereira, Thiago Nunes
Orientador Silva, Onilda Santos da
Co-orientador Prophiro, Josiane Somariva
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola e do Ambiente.
Assunto Aedes aegypti
Aedes albopictus
Controle biologico
Parasitos
Resumo Ascogregarina taiwanensis e Ascogregarina culicis são protozoários que parasitam Aedes albopictus e Aedes aegypti, respectivamente, e são conhecidos por interferir fisiologicamente em seus hospedeiros. Alguns estudos têm relatado a distribuição destes protozoários em diferentes regiões do globo, entretanto, no Brasil, relatos destes protozoários são raros. O objetivo deste trabalho foi verificar a presença de Ascogregarina spp. em Ae. albopictus e Ae. aegypti no estado de Santa Catarina e a possível influência de seu parasitismo aliado aos inseticidas temephos e ao óleo de neem Azadirachta indica. Os resultados revelaram a presença de A. taiwanensis em larvas de Ae. albopictus nas cidades de Capivari de Baixo, Laguna e Gravatal. Somente em Tubarão foram encontradas as duas espécies de mosquitos albergando este protozoário. Com relação aos bioensaios químicos onde se testou insetos parasitados (+) e não parasitados (-) por A. taiwanensis, as CL50 foram 0.025 mg/L (+) e 0.063 mg/L (-) para temephos e 0,815 mg/L (+) e 1.812 mg/L (-) para óleo de A. indica. Os resultados demonstram que houve diferença significativa entre os valores de mortalidade em relação ao grupo controle com P<0.001. Divergindo dos relatos na literatura cientifica, observou-se infecção por A. taiwanensis em Ae. aegypti, porém, a transmissão vertical em laboratório foi observada somente em Ae. albopictus.Este é o primeiro registro de A. taiwanensis para Santa Catarina e o terceiro para o Brasil. A utilização dessa espécie de gregarina associada a inseticidas poderia ser um método interessante para futuros estudos de controle de Ae. aegypti.
Abstract Ascogregarina taiwanensis and Ascogregarina culicis are protozoa parasites of Aedes albopictus and Aedes aegypti, respectively and these parasites are able to interfere physiologically in their hosts. Some studies have reported the distribution of these protozoa in different parts of the world, however in Brazil, reports about these protozoa are rare. The aim of this study was to verify the presence of Ascogregarina spp. in Ae. albopictus and Ae. aegypti in Santa Catarina and the possible influence of its parasitism with insecticide temephos and the Azadirachta indica oil. The results demonstrated the presence of A. taiwanensis in Ae. albopictus larvae in the cities of Capivari de Baixo, Gravatal and Laguna. Only in the city of Tubarao the two species of mosquitoes have been found harbouring Ascogregarina taiwanensis. Regarding to bioassays evaluating parasite (+) and non-parasited (-) mosquitoes by A. taiwanensis, the LC50 0.063 mgL (+) and 0.025 mgL (-) for temephos and 0.815 mgL(+) and 1,812 mgL (-) for A. indica oil. The results show that there was significant difference between the mortality values comparing to the control group with P<0.001. Diverging from scientific literature reports, infection of this gregarine was observed, both in field and laboratory reared Ae. aegypti populations. However, the vertical transmission of A. taiwanensis could be observed only in Ae. albopictus. This is the first record of A. taiwanensis in Santa Catarina and the third in Brazil. The use of this species of gregarine in association with insecticides this could be an interesting method for future studies about control of Ae. aegypti.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/153217
Arquivos Descrição Formato
001015437.pdf (1.366Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.