Repositório Digital

A- A A+

Jabs, diretos, low kicks e duble lags no processo civilizador : uma leitura elisiana das artes marciais mistas

.

Jabs, diretos, low kicks e duble lags no processo civilizador : uma leitura elisiana das artes marciais mistas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Jabs, diretos, low kicks e duble lags no processo civilizador : uma leitura elisiana das artes marciais mistas
Autor Mariante Neto, Flávio Py
Orientador Stigger, Marco Paulo
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano.
Assunto Artes marciais
Luta (Esporte)
Violência
[en] Arrangement
[en] Fights
[en] MMA
[en] Violence
Resumo Esse trabalho tem o objetivo de compreender aspectos simbólicos envolvidos no universo das artes marciais mistas. A partir de uma vivência no mundo das lutas, identifiquei alguns discursos sobre violência que permeavam os conceitos sobre o esporte. Em vista disso, construí um histórico sobre as artes marciais mistas e as suas relações com a sociedade em que se constituiu. Elenquei, assim, três elementos basilares dentro desse contexto, quais sejam: as academias, os eventos e a mídia. Para inserir um olhar teórico para esse fenômeno, me utilizei da teoria do processo civilizador, de Norbert Elias. Dessa base teórica e da identificação dos discursos sobre as artes marciais mistas, surgiu o problema de pesquisa, que tem objetivo de compreender como um esporte que tem um discurso de violência tão forte consegue se estabelecer socialmente. Para respondê-lo, os pressupostos teórico-metodológicos se basearam no olhar configuracional elisiano. A partir desse conceito, foi realizada uma etnografia em uma academia de MMA e a observação de eventos em Porto Alegre, no interior do Rio Grande do Sul e em outros estados do Brasil. Além disso, foram feitas observações do programa TUF Brasil para a análise de mídia. Os dados produzidos culminaram com a feitura de três capítulos de resultados. O primeiro deles mostra a rotina de treinamento de lutadores de MMA, as técnicas utilizadas, os tipos de modalidades treinadas e alguns elementos simbólicos como o “irmão de treino” a “família”. Nesse tópico, também são mostrados os sentidos da violência naquele contexto e quais os mecanismos de controle são utilizados para a construção do lutador. No segundo capítulo, é abordado o processo de espetacularização do MMA Iniciando pela perda de peso na academia, passando pelo dia da pesagem, a relação com os patrocinadores, com os promotores de evento e com os adversários. Ainda nesse capítulo são apresentadas as estruturas que compõe um evento de artes marciais mistas: o anouncer, o card preliminar, o card principal e a reação do público durante as lutas. Mais uma vez a violência é discutida como um dado de campo. Os mecanismos de controle como a diminuição do sangramento do atleta e a proibição das cotoveladas em alguns eventos são estratégias dos promotores de afastamento da ideia de violência e aproximação do conceito de esporte. Estratégias muito semelhantes são discutidas no último capítulo dos resultados. O programa escolhido foi o The Ultimate Fighter. A primeira parte do tópico se pauta em apresentar as rotinas de treinos, as equipes, a relação com as modalidades de luta e com os treinadores. A partir disso, apresento os ‘dramas’ transmitidos pelo programa em um processo que denominei de ‘humanização do lutador’. Aqui são apresentadas a sua relação com a família, os dramas das lesões, e sua relação com o meio profissional do MMA. Concluo, então, que o MMA é permeado por mecanismos de controle que se materializam nas academias, nos eventos e na mídia. Sendo assim, o esporte se mantém a partir de tensões e redirecionamentos no sentido de causar uma tensão/excitação agradável nos indivíduos.
Abstract This work aims to understand symbolic aspects involved in the mixed martial arts fields. Out of a personal experience in the world of fighting, I have identify discourses about violence that pervade the concepts about the sport. Hence, I have constructed a log about the mixed martial arts and its relations within the society. Thereupon, I have chosen three basic elements from the context, for instance the gyms, the events and the media. In order to add a theoretical view to this phenomenon, I have used the Civilizing Process Theory from Norbert Elias. From this rationale, and the identification of the mixed martial arts discourses, has come up the research question which has the intention to better understand how a sport’s category, with such a strong discourse of violence, can established itself socially. To answer the question, the theoretical and methodological presuppositions were based on an Elisian configurational view. An ethnographic observation has been conducted in MMA practice studios in Porto Alegre, in the country side of Rio Grande do Sul and in other parts of Brazil. On top of that, observation was carried out based on the TUF Brasil programme in order to analyse the media. The data collected has resulted in three chapters of findings. The first chapter shows the training routine of the MMA fighters, the technics used, the different kinds of training modality and the symbolic elements such as “training brother” and “family”. In this topic, is also shown the meaning of violence in that context and which control mechanisms are in place to build up a fighter The second chapter discuss the process of big performances and shows related to MMA. Beginning with the process of losing weight in the gym, going forward on the day of stepping up on the scale, the relation with the sponsors, with the promoters of those big events and the relation with the opponent. In this chapter are presented the structures that form a mixed martial art’s event such as the announcer, the preliminary card, the main card and the reaction of the audience during the fights. Again, the violence is argue as an observational data. The control mechanisms such as the bleeding control of the athlete and the ban of elbow nudges in some events are examples of promoters’ strategies to refrain from the idea of pure violence but to enforce the concept of sport. In the last chapter, similar strategies are discuss when showing the results of the data. The chosen programme was ‘The Ultimate Fighter’. The first part of the topic attempt to present the training routine of each team, the relation of each fight modality and the relation with the coaches. Following the rationale, I then present all the ‘drama’ broadcasted by the TV programme in a process named by me as ‘humanise the fighter’. I then present the family relationship, the drama of the injuries and the relation with the professional environment of the MMA. Thus, to conclude, MMA is pervaded by control mechanisms that are materialised on the gyms, during the events and by the media. Hence, the sport maintain itself from the tensions and redirections in the sense of generating a pleasant tension and excitement in all individuals.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/153321
Arquivos Descrição Formato
001015366.pdf (1.099Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.