Repositório Digital

A- A A+

A questão ético-moral na formação de enfermeiros e médicos : efeitos dos sentidos nos discursos docentes

.

A questão ético-moral na formação de enfermeiros e médicos : efeitos dos sentidos nos discursos docentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A questão ético-moral na formação de enfermeiros e médicos : efeitos dos sentidos nos discursos docentes
Autor Caregnato, Rita Catalina Aquino
Orientador Martini, Rosa Maria Filippozzi
Co-orientador Mutti, Regina Maria Varini
Data 2008
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Análise do discurso
Enfermagem
Ética
Formação
Formação profissional
Habermas, Jürgen 1929-.
Medicina
Pêcheux, Michel 1938-1983.
Qualificação profissional
[en] Discourse analysis
[en] Ethics
[en] Habermas, Jurgen
[en] Medicin
[en] Moral
[en] Nursing
[en] Pêcheux, Michel
Resumo Esta pesquisa teve como objetivo compreender os efeitos de sentidos produzidos no discurso dos sujeitos docentes de enfermagem e medicina sobre a questão ético-moral na formação dos discentes, tendo em vista contribuir à reflexão sobre a formação dos profissionais da saúde. O quadro epistemológico para sustentar teórica e metodologicamente esta pesquisa foi a teoria da Análise de Discurso (AD) de Pêcheux em interface com a Teoria da Ação Comunicativa e a Ética do Discurso de Habermas. O corpus para análise discursiva resultou de entrevistas orais e transcritas, realizadas com dezesseis sujeitos-professores dos cursos de graduação em enfermagem e medicina, de duas universidades do Rio Grande do Sul, uma pública e outra privada. Na análise do corpus, considerei a posição de sujeitoprofessor da referida área a partir das determinações sócio-históricas materializadas na linguagem, bem como a vinculação entre os conceitos de memória e acontecimento na produção de sentidos pelos sujeitos. Ao relacionar na análise do discurso dos docentes, o funcionamento das marcas intradiscursivas (nível do fio do discurso) em relação ao interdiscurso (memória do dizer), evidenciei os seguintes efeitos de sentidos: o esvaziamento ético-moral social como transcendente à universidade; o resgate da ética humanística na formação dos discentes da saúde; o docente como referência para a formação ético-moral dos discentes; as determinações do sistema como justificação moral; e a ética dialógica para o enfrentamento dos dilemas morais. Os efeitos de sentidos identificados apontam à posição do sujeito-professor universitário da área como heterogênea, no enfoque da questão ético-moral; destacam-se: a área da saúde constituída pelo sentido humanista, em conformidade com a legislação brasileira vigente; o sentido de formação profissional universitária na área fortemente marcado pelo domínio dos conhecimentos e práticas, mesmo sob a desestabilização provocada pelas contradições presentes na realidade; a valorização das atividades práticas, onde a postura profissional ética do docente, frente ao paciente, passa a ser referência para a formação ético-moral do discente. Nos seus pronunciamentos sobre os dilemas enfrentados em suas práticas pedagógicas na área, considera-se, a partir da Análise de Discurso, que os docentes buscaram formular a sua interpretação, construir a sua posição sobre a questão ético-moral no ensino universitário na área médica; os docentes apontam também, por meio de seus relatos, que a memória discursiva do objeto ética no ensino na área da saúde está ainda em processo de consolidação. Na interface entre as perspectivas habermasiana e discursiva estudadas, ponderou-se a partir das análises dos dilemas apresentados à dificuldade de consenso, à medida que docentes e discentes representam posições diferentes no discurso pedagógico, que apareceram bem marcadas; contudo, guiados por valores das áreas da saúde e da educação que extrapolam essa condição, abriu-se, para os sujeitos, a possibilidade de produção de sentidos compartilhados em outro lugar de enunciação.
Abstract This paper aimed at understanding the meaning effects in the discourse of medicine and nursing professors about the ethical-moral issue on student formation, attempting to contribute to the reflection on health professionals’ formation. The epistemoligical frame which supports both theoretically and methodologically this theory was Pecheux’s Discourse Analysis Theory interfacing with Habermas’ Communicative Action and Ethics in Discourse Theory. The discursive analysis corpus resulted from oral and transcribed interviews performed on sixteen subject-professors from the graduation courses of Nursing and Medicine, from two diverse universities in Rio Grande do Sul, one public and the other private. When analyzing the corpus, I considered the position of subject-teacher of the after mentioned field from the socio-historical determinations materialized in the language, as well as the link between the concepts of memory and happening on the meaning production of the subjects. At relating, in the professors’ discourse analysis, the mechanics of intradiscursive marks (discourse thread level) to the interdiscourse (speech memory), I noticed the following meaning effects: the social ethical-moral emptying as transcending the university; the recovering of the humanistic ethics when graduating students in the health field; the teacher as a reference to the ethical-moral formation of the students; the systems’ determinations as a moral justification and the dialogic ethics when facing moral dilemmas. The meaning effects identified point towards the position of subject-professor as heterogeneous; there are some highlights when focusing on the moral issue: the health field constituted by the humanist feeling, according to the current Brazilian Law; the Professional formation meaning in this field being strongly characterized by the control of knowledge and practice, even under the unbalance created by the contradictions found in our reality; the valuing of practical actions, where the professor’s professional ethical attitude towards the patient, becomes reference for the ethical-moral formation of the student. In their statements about the dilemmas faced in their pedagogical practices in the field, it is considered, from the Discourse Analysis point of view, that the professors tried to formulate their interpretation, build their position on the ethical-moral issue while teaching college-level medicine; the professors also point out, through theirs statements, that the discursive memory of the object ethics in teaching the health area is still in consolidation. In the interface between the habermasian and discursive perspectives analyzed, the difficulty for a consensus from the analysis of the dilemmas presented was weighed, for professors and students represent different and well-marked positions in pedagogical discourse; however, guided by health and education values which GO beyond this condition, a possibility was opened for the subjects to produce shared meanings in another enunciation place.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15333
Arquivos Descrição Formato
000671383.pdf (3.571Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.