Repositório Digital

A- A A+

Arquitetura de fácies e evolução estratigráfica da For-Mação Tacuarembó, Bacia Norte – UY

.

Arquitetura de fácies e evolução estratigráfica da For-Mação Tacuarembó, Bacia Norte – UY

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Arquitetura de fácies e evolução estratigráfica da For-Mação Tacuarembó, Bacia Norte – UY
Autor Amarante, Francyne Bochi do
Orientador Scherer, Claiton Marlon dos Santos
Data 2017
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Sistema deposicional
[en] Batoví Member
[en] Distal distributary fluvial systems
[en] Eolian depositional systems
[en] North Basin.
[en] Rivera Member
Resumo A Formação Tacuarembó (Jurássico Superior – Cretáceo Inferior), subdividida em Membro Batoví e Membro Rivera, aflora na região norte do Uruguai, nos departamentos de Rivera e Tacuarembó. O objetivo principal deste trabalho é a análise sedimentológica e estratigráfi-ca da Formação Tacuarembó, através da caracterização faciológica, a reconstrução dos modelos deposicionais e a definição das relações de contato entre os membros Batoví e Rivera. Para alcançar tal objetivo, foi realizado o levantamento, na escala 1:50, de um tes-temunho e de quarenta e uma seções colunares, estas divididas em sete transectas com base em sua distribuição espacial. Como resultado, foram detalhadas litofácies posterior-mente agrupadas em diferentes associações de fácies. O Membro Batoví é constituído por associações de fácies de (1) dunas eólicas, (2) lençóis de areia eólicos, (3) canais fluviais efêmeros, (4) canais fluviais perenes entrelaçados e (5) deltas. O Membro Rivera, por sua vez, é constituído essencialmente por associações de fácies de dunas eólicas. A intercala-ção entre depósitos fluviais, eólicos e deltaicos, com predominância de associações fluviais sugere que o Membro Batoví representa o modelo deposicional de porção distal de um sis-tema fluvial distributário Já o Membro Rivera caracteriza-se pelo sucessivo cavalgamento de dunas eólicas, sem a ocorrência de depósitos de interdunas úmidas ou encharcadas, definindo um sistema eólico seco. A mudança abrupta de sistemas deposicionais, marcada por uma superfície plana, por vezes com concentração de clastos, indica a existência de uma discordância entre os membros Batoví e Rivera. Aliado a isto, a mudança no modelo deposicional sugere uma alteração climática, passando de um clima arido a semi-árido du-rante a deposição do Membro Batoví, para um clima hiperárido ao longo da deposição do Membro Rivera.
Abstract The Tacuarembó Formation (Upper Jurassic - Lower Cretaceous), subdivided into Batoví Member and Rivera Member, crops in the northern region of Uruguay, in the Rivera and Tacuarembó departments. The main objective of the present work is the sedimentological and estratigraphic analysis of the Tacuarembó Formation, through the faciological charac-terization, reconstruction of the depositional models and definition of contact relations be-tween the Batoví and Rivera members. To reach such objective, a well-log and forty-one columnar sections were surveyed in a scale 1:50, and later the columnar sections were di-vided into seven transects, based on their spatial position. As a result, lithofacies were de-tailed and later grouped in different facies associations.The Batoví Member consists of associations of facies of (1) eolian dunes, (2) eolian sand sheets, (3) ephemeral fluvial channels, (4) perennial braided fluvial channels and (5) deltaic. On the other hand, the Ri-vera Member, is essentially constituted by facies associations eolian dunes. The intercala-tion between fluvial, eolian and deltaic deposits, with predominance of fluvial associations, suggests that the Batoví Member represents the depositional model of the distal portion of a distributary fluvial system. Contrastingly, the Rivera Member is characterized by the suc-cessive eolian dunes climbing, without the occurrence of wet or damp interdunes deposits, defining a dry eolian system. The abrupt change of depositional systems, marked by a flat surface, sometimes with clasts concentration, indicates the existence of an unconformity between the members Batoví and Rivera. Allied to this, the change in the depositional model suggests a climatic change, going from arid to semi-arid climate during the deposi-tion of the Batoví Member, to a hyperarid climate during the deposition of the Rivera Mem-ber.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/153394
Arquivos Descrição Formato
001015550.pdf (2.744Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.