Repositório Digital

A- A A+

A ordem da língua : um estudo sobre gramática e ensino da língua

.

A ordem da língua : um estudo sobre gramática e ensino da língua

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A ordem da língua : um estudo sobre gramática e ensino da língua
Autor Mariante, Maria Alvina Pereira
Orientador Marzola, Norma Regina
Data 2008
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Análise do discurso
Ensino
Formação
Língua portuguesa
Professor
[en] Discursive practices
[en] Portuguese language
[en] Teaching
Resumo Esta tese trata das práticas discursivas do ensino da Língua Portuguesa e, inspirada na perspectiva foucaultiana, visa a estabelecer as condições históricas que possibilitaram a emergência da Gramática como normatividade e da Lingüística como regime de verdade. Esses discursos, ao produzirem determinados efeitos, funcionam como um dispositivo de controle e regulação que fabricam e que subjetivam. Ao privilegiar alguns pontos, não pretendi fazer uma história exaustiva dos fatos, ao modo da tradição historiográfica, mas tornar visível que os significados da normatividade lingüística, da Antiguidade grega aos nossos dias. Não se trata, portanto, da história do desenvolvimento e aperfeiçoamento da gramática, a cada nova época, pelo acréscimo de novos conhecimentos sobre a língua. Ao contrário, cada novo conhecimento, produzido historicamente, em conjunturas políticas, sociais e econômicas específicas, altera a ordem anterior, imprimindo-lhe determinadas inflexões, impondo modelos, leis e novas formas de existência da língua. A partir desse entendimento, procuro estabelecer os efeitos produzidos pelo discurso oficial nos cursos de formação de professores de Língua Portuguesa e no ensino da língua.
Abstract This thesis of dissertation deals with discursive practices of Portuguese Language teaching that, inspired in Foucault’s perspective, aims at establishing the historic conditions that enabled the emerging of Grammar, normativity, and the arising of Linguistics as truth regime. These discourses, while producing particular effects, operate as a control and regulation device that manipulates and subjectivizes. In this study, while highlighting certain aspects, I did not intend to make the history of the facts, but to show that the history of the meanings of linguistic normativity, as from Greek Antiquity to present days, is not the history of grammar improvement, in which, at every period new knowledge was added to language. On the contrary, each new knowledge, historically produced, within specific political, social and economic circumstances, changes the previous regulation, attaching particular inflections to it, imposing models, norms and new ways for the language to exist.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15344
Arquivos Descrição Formato
000672564.pdf (610.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.