Repositório Digital

A- A A+

Avaliação das propriedades psicométricas do questionário easi de temperamento e sua correlação com a ansiedade pré-operatória em crianças

.

Avaliação das propriedades psicométricas do questionário easi de temperamento e sua correlação com a ansiedade pré-operatória em crianças

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação das propriedades psicométricas do questionário easi de temperamento e sua correlação com a ansiedade pré-operatória em crianças
Autor Wofchuk, Daniela
Orientador Caumo, Wolnei
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Ansiedade
Cirurgia
Criança
Psicometria
Questionários
Temperamento
[en] Anxiety
[en] Child surgery
[en] EASI questionnaire
[en] Rasch analysis
[en] Temperament
Resumo Diversos estudos têm demonstrado associação entre o temperamento e os níveis de ansiedade pré-operatória em crianças. Entretanto, a natureza desta associação não é consenso. Como a maioria desses estudos utilizou o questionário EASI (emocionalidade, atividade, sociabilidade e impulsividade) como instrumento para mensurar o temperamento, o presente estudo examina em profundidade as propriedades psicométricas do mesmo utilizando a análise de Rasch, para determinar se o instrumento mede de forma adequada o temperamento de crianças. Além disso, outras análises são aplicadas para explorar novas estruturas fatoriais do instrumento original. A habilidade da nova versão do EASI para discriminar diferentes níveis de ansiedade no período préoperatório imediato em crianças também foi investigada. Trata-se de um estudo transversal, com amostra de conveniência, onde foram incluídas crianças entre dois e seis anos agendadas para procedimentos cirúrgicos eletivos ambulatoriais. Os cuidadores das crianças completaram um formulário sócio-demográfico, o questionário EASI e uma Escala Análogo-Visual (EAV) de 100mm. Também, a Escala de Ansiedade Pré-Operatória de Yale (mYPAS) foi aplicada imediatamente antes da administração da medicação préanestésica, pelo anestesista pediátrico. Uma vez que o escore médio de compreensão das questões, medido pela EAV, foi superior a 80mm, considerou-se que o nível de compreensão da versão traduzida do EASI foi adequado. O questionário foi respondido por 110 cuidadores. Os resultados da análise de Rasch evidenciaram que as quatro subescalas da estrutura original apresentam desempenho inadequado (especialmente baixo índice de classificação correta dos aspectos do temperamento). A análise de componentes principais gerou uma solução com dois fatores. O Fator 1 é composto de itens de atividade e impulsividade, e o Fator 2 é predominantemente composto por itens das sub-escalas de sociabilidade e atividade. As sub-escalas originais do EASI não se correlacionaram com os escores da mYPAS, à exceção da sociabilidade (r=-0,449; P <0,001). O Fator 1 apresentou correlação positiva (r=0,239; P =0,0034) com a mYPAS, enquanto o Fator 2 apresentou correlação negativa (r=-0,404, P <0,0001). A análise de Rasch indicou que o instrumento original teve poder de discriminação insuficiente. Dentre os dois fatores propostos, os doze itens que compõem o Fator 1 apresentam perfil estatístico adequado, com alto poder de discriminação e relevância clínica. O Fator 2 não tem poder de discriminação adequado no seu formato atual, e ainda necessita de ajustes.
Abstract Some studies have shown correlation between temperament and preoperative anxiety levels in children. However, the nature of the association is not consensual. As most of these studies have used the EASI (emotionality, activity, sociability and impulsivity) questionnaire as an instrument to assess temperament, the present study examines the psychometric properties of this questionnaire in depth using the Rasch analysis to determine whether it is suitable for measuring children’s temperament. In addition, further analyses are carried out to explore potentially new factorial structures of the original instrument. The ability to discriminate between different levels of a child’s anxiety in the immediate preoperative period was also examined. It is a cross-sectional study, with a convenience sample of children aged between 2 and 6 years, to be submitted to outpatient elective surgeries. Children’s caregivers completed a socio-demographic form, the EASI questionnaire and a 0-100mm Analogue-Visual Scale (VAS). In addition, the Yale Preoperative Anxiety Scale (mYPAS) was performed immediately prior to the administration of pre-anesthetic medication by the pediatric anesthetist. As the mean comprehension level of the EASI-questions on VAS score was above 80mm, the translation of EASI was considered adequate. The questionnaire was answered by 110 caregivers. Results from Rasch analysis showed that the four subscales have inadequate perfomance (especially low person separation indices). Principal component analysis yielded a two-factor solution. Factor 1 is composed of activity and impulsivity items, and factor 2 is predominantly composed of items from the sociability and activity subscales. The original EASI subscales did not correlate with m-YPAS scores, with exception of sociability (r=-0.449; P <0.001). Factor 1 had a positive correlation (r=0.239; P=0.0034) with m-YPAS, while factor 2 showed a negative correlation (r=-0.404, P <0.0001). Rasch analysis indicated that the original EASI instrument has insufficient separation power. The twelve items that compose Factor 1 show adequate fit statistics, high separation power, and clinical meaning. Factor 2 is not sufficiently powerful in its current state, and still requires refinements.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15375
Arquivos Descrição Formato
000679960.pdf (323.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.