Repositório Digital

A- A A+

A construção da agricultura ecológica : racionalidade da organização do Sistema Rede Ecovida no Litoral Norte do RS

.

A construção da agricultura ecológica : racionalidade da organização do Sistema Rede Ecovida no Litoral Norte do RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A construção da agricultura ecológica : racionalidade da organização do Sistema Rede Ecovida no Litoral Norte do RS
Autor Vieira, Rafael Campos
Orientador Gehlen, Ivaldo
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Agricultores
Agricultura ecológica
Agricultura familiar
Associação rural
Comercialização
Litoral Norte, Região (RS)
Sistemas sociais
[en] Organization
[en] Rationality
[en] Systems
Resumo O presente trabalho é um estudo acerca da racionalidade da organização da rede de trabalho envolvendo agricultores familiares adeptos da produção ecológica de alimentos. Aqui, privilegiou-se entender o que explica a organização deste sistema de trabalho. Assim, como objetivo geral tem-se a contribuição para os estudos relativos a Agricultura Familiar , a partir da análise da racionalidade da organização das instituições de agricultores que integram o referido sistema. Para alcance deste objetivo, definiu-se como objetivos específicos Identificar a atuação da organização do sistema no desenvolvimento do trabalho das instituições de agricultores. Apontar quais as influências do mercado na racionalidade dos agricultores que compõe o sistema.Uma das hipóteses formuladas previa que a organização do sistema atua no desenvolvimento do trabalho das entidades que compõem o sistema possibilitando o compartilhamento de técnicas mas não o compartilhamento de maquinários, tal hipótese se confirmou apenas em parte. Pois dentro do sistema tanto técnicas quanto maquinários são compartilhados. Formulou-se como segunda hipótese que o mercado influi na racionalidade dos produtores, impondo-lhes condições de qualidade dos produtos para comercialização, mas não a necessidade pela busca de produtos produzidos em regiões diferentes da área de origem dos agricultores.Quanto a esta hipótese, esta confirmou-se em parte, uma vez que além da busca pela qualidade nos produtos os consumidores buscam produtos que são produzidos em outras regiões, diferentes das regiões de onde os produtores são provenientes.Resgatando a idéia privilegiada de se entender o que mantém o funcionamento de tal sistema de trabalho, compreende-se que este é mantido por uma forte característica identitária e de mercado que conduz os agricultores integrantes deste sistema a se sentirem uma categoria diferente de agricultores, com suas próprias práticas de trabalho e de relacionar-se entre si e entre seus clientes, classificando-se assim como agricultores ecológicos, sendo este reconhecimento percebido tanto pelos seus consumidores quanto pelos próprios agricultores praticantes da agricultura ecológica.
Abstract The present work is a study about the rationality of organization of a network involving family agriculturists that adopt an ecological production of food. In this context, a target is to figure out what explains the organization of system of work. Thus, as main goal, it has a contribution of studies related to familiar agriculture, from the analysis of rationality of organization of the institutions that integrates the referred system. For reaching this goal, it is defined as specific goals: identify the system action of organization in the agriculturist institution work development and pointing which are the market influences on the rationality of the agriculturists that compound the system. One formulated hypothesis understood that the organization of the system acts on the work development of the entity that constitute the system, sharing technology, but not machines. Such hypothesis was confirmed partially, because inside the system technology and machines are shared. It was formulated, as a second hypothesis, that the market has an influence on the rationality of the producer imposing conditions to products quality for commercialization, but not the necessity for searching for products produced in regions that are different from the original area of the agriculturists. The second hypothesis was also confirmed partially, once besides the pursuit quality of products, the consumers bring products that are produced in other regions, even different from the regions where the producers have the provenience. Thus, trying to figure out what maintains the functionalism of such work system, it understands that it is kept by a strong identity characteristic, conducting agriculturists engaged in this system feeling themselves in a different category of agriculturists, with their own practical works and relationship with their clients.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15446
Arquivos Descrição Formato
000680404.pdf (502.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.