Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de refluxo gastroesofágico em pacientes com doença pulmonar avançada candidatos a transplante pulmonar

.

Prevalência de refluxo gastroesofágico em pacientes com doença pulmonar avançada candidatos a transplante pulmonar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de refluxo gastroesofágico em pacientes com doença pulmonar avançada candidatos a transplante pulmonar
Autor Fortunato, Gustavo Almeida
Orientador Andrade, Cristiano Feijó
Cardoso, Paulo Francisco Guerreiro
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Pneumologia.
Assunto Refluxo gastroesofágico
Transplante de pulmão
[en] 24-hour esophageal pH testing
[en] Esophageal manometry
[en] Gastroesophageal reflux
[en] Lung transplantation
Resumo Objetivo: Avaliar o perfil funcional do esôfago e a prevalência de refluxo gastroesofágico (RGE) em pacientes candidatos a transplante pulmonar. Métodos: Foram analisados prospectivamente entre Junho de 2005 a Novembro de 2006, 55 pacientes candidatos a transplante pulmonar da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Os pacientes foram submetidos a esofagomanometria estacionária e pHmetria esofágica ambulatorial de 24 horas de um e dois eletrodos antes de serem submetidos ao transplante pulmonar. Resultados: A esofagomanometria foi anormal em 80% dos pacientes e a pHmetria revelou RGE ácido patológico em 24%. Os sintomas digestivos apresentaram sensibilidade de 50% e especificidade de 61% para RGE. Noventa e quatro por cento dos pacientes com DPOC apresentaram alteração à manometria, sendo a hipotonia do esfíncter inferior o achado mais frequente (80%). Pacientes com bronquiectasias apresentaram a maior prevalência de RGE (50%). Conclusões: RGE é achado freqüente em pacientes com doença pulmonar avançada. Na população examinada, a presença de sintomas digestivos de RGE não foi preditiva de refluxo ácido patológico. A contribuição do RGE na rejeição crônica deve ser considerada e requer estudos posteriores para seu esclarecimento.
Abstract Objective: To assess the prevalecence of gastro-esophageal reflux (GER) and esophageal motor profile in lung transplant candidates. Methods: Between July 2005 and November 2006, a prospective study was conducted in 55 candidates for lung transplantation. Patients underwent esophageal manometry and 24-hour pH testing before undergoing transplantation as an attempt to obtain the prevalence of reflux in this subset. Results: Abnormal esophageal manometry was documented in 80% of the patients and abnormal GER was documented in 24% of the patients. Reflux-related symptoms presented sensitivity and specificity of 50% and 61% for GER, respectively. Ninety-four per cent of the patients with COPD presented an abnormal esophageal manometry, and hipotensive lower esphincter was the most common finding (80%). Bronchiectasis patients presented the highest prevalence of GER (50%). Conclusions: GER is highly prevalent in end-stage lung disease. Reflux-related symptoms was not preditive of gastroesophageal reflux. The contribuition of GER to chronic rejection and allograft dysfunction must be considered and needs to be addressed in future studies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15458
Arquivos Descrição Formato
000682442.pdf (673.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.