Repositório Digital

A- A A+

Estudo do desenvolvimento in vitro de Mesocestoides corti (Platyhelminthes : Cestoda) : 1. análise do efeito de drogas anti-helmínticas; 2. estabelecimento de linhagens celulares

.

Estudo do desenvolvimento in vitro de Mesocestoides corti (Platyhelminthes : Cestoda) : 1. análise do efeito de drogas anti-helmínticas; 2. estabelecimento de linhagens celulares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo do desenvolvimento in vitro de Mesocestoides corti (Platyhelminthes : Cestoda) : 1. análise do efeito de drogas anti-helmínticas; 2. estabelecimento de linhagens celulares
Autor Markoski, Melissa Medeiros
Orientador Ferreira, Henrique Bunselmeyer
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Biotecnologia do Estado do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular.
Assunto Drogas anti-helmínticas
Mesocestoides corti
Platelmintos
Resumo Mesocestoides corti é um platelminto endoparasita pertencente à classe Cestoda. Devido a sua capacidade de reprodução assexual in vivo, em hospedeiros experimentais, e in vitro, em condições apropriadas de cultura, é considerado um bom modelo para diversos estudos sobre a biologia de cestódeos. O desenvolvimento da fase larval na forma adulta de M. corti foi previamente padronizado in vitro pelo nosso grupo. Assim, este trabalho tem como objetivos principais o estudo, em nível morfológico, das modificações teciduais, que ocorrem durante o desenvolvimento de tetratirídeo a adulto in vitro, e a análise do efeito da exposição destes tecidos e fases a drogas anti-helmínticas de amplo espectro. Visando, futuramente, estudar o efeito de drogas antihelmínticas sobre morfologia e mecanismos celulares, o trabalho também aborda o estabelecimento de culturas celulares primárias a partir de diferentes fases do desenvolvimento in vitro de M. corti. Foi verificado por microscopia confocal que, durante o processo de estrobilização (desenvolvimento da larva na fase adulta) in vitro, houve grande rearranjo da arquitetura corporal principalmente no tegumento, sistema muscular e formação dos órgãos sexuais. Estes tecidos são severamente atingidos pela ação de praziquantel e albendazol. Foi observado que vermes estrobilados foram os mais afetados por ação das drogas. Culturas celulares foram estabelecidas a partir da fase adulta e larval do parasito, cujas células dispõem-se em diferentes subpopulações com tamanhos variando de 2 a 7m, proliferativas e metabolicamente ativas sintetizando matriz extracelular. Parte da matriz extracelular sintetizada foi caracterizada onde foi constatada a presença de carboidratos neutros e carregados, GAGs e proteínas. Este trabalho contribuiu para um melhor entendimento da dinâmica das alterações morfológicas de M. corti, modelo para platelmintos parasitos, e abre a possibilidade de estudos mais detalhados da arquitetura corporal frente à exposição a drogas anti-helmínticas e estudos focalizados, do efeito destas drogas em nível celular, através do estabelecimento das culturas celulares.
Abstract Mesocestoides corti is an endoparasitic flatworm belonging to the Cestoda class. Due to the in vivo asexual reproduction capability, in experimental hosts, and in vitro, in appropriated culture conditions, M. corti is considered a good model to many studies of the cestode biology. The M. corti in vitro development of larva in adult worm was standardized by our group. Thus, this work has as main objectives the morphologic study of the tissue changes that occur during the tetrathyridium to adult in vitro development and the exposition of these tissues and life phases to broad-spectrum antihelminthic drugs. With the future aim of study antihelminthic drug effect on cell morphology and physiology, the work also shows the establishment of primary cultures of cells from different in vitro developmental stages of M. corti. Using laser-scanning confocal microscopy, we demonstrated that there were body architecture rearrangements during the in vitro development occurring strongly in tegument, muscle system and sexual organs. These tissues are severely damaged by antihelminthic drugs as praziquantel and albendazole. During development, the adult stage is the most damaged by the drug action. Cell cultures were established from the parasite adult and larval phases, which were distributed in different subpopulations having diameters varying between 2 and 7m. Cultured cells are proliferative and metabolic actives, with synthesis of extracellular matrix. The extracellular matrix composition was preliminarily determined and it was shown that neutral and charged carbohydrates, GAGs and proteins were present. Thus, this work contributed to a better comprehension about the morphological rearrangement dynamics of M. corti, a flatworm model, and makes possible a more detailed study of the body architecture on antihelminthic drug exposition. As well as, this work will allow focused studies of the drug effect at cellular level favoured by cell culture establishment from a parasite.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/15472
Arquivos Descrição Formato
000667087.pdf (6.593Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.