Repositório Digital

A- A A+

A verb learning model driven by syntactic constructions

.

A verb learning model driven by syntactic constructions

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A verb learning model driven by syntactic constructions
Outro título Um modelo de aquisição de verbos guiado por construções sintáticas
Autor Machado, Mario Lúcio Mesquita
Orientador Villavicencio, Aline
Co-orientador Idiart, Marco Aurelio Pires
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Linguagem natural
Lingüística computacional
Teoria da computação
[en] Cognitively based models
[en] Mental lexicon
[en] Natural language processing
Resumo Desde a segunda metade do último século, as teorias cognitivas têm trazido algumas visões interessantes em relação ao aprendizado de linguagem. A aplicação destas teorias em modelos computacionais tem duplo benefício: por um lado, implementações computacionais podem ser usaas como uma forma de validação destas teorias; por outro lado, modelos computacionais podem alcançar uma performance melhorada a partir da adoção de estratégias de aprendizado cognitivamente plausíveis. Estruturas sintáticas são ditas fornecer uma pista importante para a aquisição do significado de verbos. Ainda, para um subconjunto particular de verbos muito frequentes e gerais - os assim-chamados light verbs - há uma forte ligação entre as estruturas sintáticas nas quais eles aparecem e seus significados. Neste trabalho, empregamos um modelo computacional para investigar estas propostas, em particular, considerando a tarefa de aquisição como um mapeamento entre um verbo desconhecido e referentes prototípicos para eventos verbais, com base na estrutura sintática na qual o verbo aparece. Os experimentos conduzidos ressaltaram alguns requerimentos para um aprendizado bem-sucedido, em termos de níveis de informação disponível para o aprendiz e da estratégia de aprendizado adotada.
Abstract Cognitive theories have been, since the second half of the last century, bringing some interesting views about language learning. The application of these theories on computational models has double benefits: in the one hand, computational implementations can be used as a form of validation of these theories; on the other hand, computational models can earn an improved performance from adopting some cognitively plausible learning strategies. Syntactic structures are said to provide an important cue for the acquisition of verb meaning. Yet, for a particular subset of very frequent and general verbs – the so-called light verbs – there is a strong link between the syntactic structures in which they appear and their meanings. In this work, we used a computational model, to further investigate these proposals, in particular looking at the acquisition task as a mapping between an unknown verb and prototypical referents for verbal events, on the basis of the syntactic structure in which the verb appears. The experiments conducted have highlighted some requirements for a successful learning, both in terms of the levels of information available to the learner and the learning strategies adopted.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15508
Arquivos Descrição Formato
000682440.pdf (316.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.