Repositório Digital

A- A A+

Homens sobre rodas : representações de masculinidades nas páginas da revista quatro rodas

.

Homens sobre rodas : representações de masculinidades nas páginas da revista quatro rodas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Homens sobre rodas : representações de masculinidades nas páginas da revista quatro rodas
Autor Figliuzzi, Adriza
Orientador Seffner, Fernando
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Gênero
Imprensa pedagógica
Masculinidade
Mídia
Pedagogia cultural
[en] Cultural education
[en] Four wheels magazine
[en] Genre
[en] Masculinity
[en] Media
[en] Press pedagógica
[en] Representation
Resumo O objetivo desta dissertação é analisar diferentes representações de masculinidades nas 13 edições da revista Quatro Rodas veiculadas no ano de 2006, o que compreende os números de 548 até 560, e também em um encarte especial, referente ao Salão do Automóvel, que veio acompanhando a edição do mês de Outubro. Como referenciais teóricos, foram utilizadas contribuições dos Estudos Culturais e de Gênero, em aproximação com a perspectiva pósestruturalista. As imagens, propagandas e reportagens escolhidas para a pesquisa, em alguma medida, destacaram-se por associarem de maneira mais oportuna as possíveis masculinidades engendradas nos itens e assuntos evidenciados para análise. As identidades de gênero e sexualidades presentes na mídia posicionaram-se como um dos vieses que possibilitaram tais escolhas. Entende-se gênero como possíveis modos de ser homem e de ser mulher, isto é, diferentes possibilidades de se viverem as masculinidades e feminilidades, sendo estas contingentes e cambiantes e apresentando caráter social e cultural. A mídia é tida aqui como uma pedagogia cultural que ensina sobre práticas culturais e sociais – nesta análise, as práticas de gênero. Busquei tirar proveito de assuntos do cotidiano automobilístico para pensar na construção de masculinidades. As feminilidades também foram contempladas, por entender que as relações sociais entre homens e mulheres são relacionais. Os enfoques temáticos ficaram assim distribuídos: Carro: imagem e semelhança do dono, Carros musculosos: força e poder, Competição: coisa de carros e de homens, Contemplar paixões: uma performance de amor romântico; e De homem para homem: representações de masculinidades. Observou-se que o carro se produz como um objeto do mundo masculino, algo construído desde a infância. Foi possível perceber que a revista Quatro Rodas dispõe da heterossexualidade como uma prática naturalizada, aquela que é considerada “normal”. As questões evidenciadas nas revistas analisadas tiram proveito de assuntos cotidianos e enfatizam o regime da heteronormatividade. A posição social do homem está relacionada ao tipo de carro que possui, bem como ao conhecimento que demonstra ter sobre os carros e o mundo automobilístico de maneira geral.
Abstract This dissertation aims at analyzing different representations of masculinities in Quatro Rodas magazine, comprehending 13 issues published in 2006 (numbers 548-560), including a special issue about the National Auto Show accompanying the October issue. As theoretical references, I have used contributions from Cultural Studies and Gender Studies, in approximation to a post-structuralist perspective. The images, advertisements and reports that have been chosen for research are those that, in some way, have more opportunely associated possible masculinities in topics and subjects evidenced for analysis. Gender identities and sexualities present in media have been aspects that allowed for those choices. Gender has been taken as a set of possible ways of being a man and a woman, i.e. different possibilities of living masculinities and femininities, which are contingent and changeable, showing a cultural and social character. Media has been considered as a cultural pedagogy that teaches cultural and social practices – in this analysis, gender practices. I have taken advantage of themes belonging to the daily automobile universe in order to think about construction of masculinities. Femininities have also been approached, considering that social relations between men and women are relational. The theme focuses have been distributed as follows: Cars – image and resemblance of their owners; Muscle cars – potency and power; Competition – a matter of cars and men; Favoring passions – a performance of romantic love; and From man to man – representations of masculinities. I have found that cars have been produced as objects belonging to a male world, something that has been constructed since childhood. It has been possible to realize that Quatro Rodas magazine points out heterosexuality as a naturalized practice, which is taken as “normal”. The topics evidenced in the issues analyzed take advantage of daily subjects and emphasize the regime of heteronormativity. Men’s social position has been related to the type of car they own, as well as to the knowledge they have about cars and the automobile world as a whole.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15516
Arquivos Descrição Formato
000683188.pdf (2.785Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.