Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de transtornos mentais e fatores sociodemográficos associados em população atendida por equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) no município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil

.

Prevalência de transtornos mentais e fatores sociodemográficos associados em população atendida por equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) no município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de transtornos mentais e fatores sociodemográficos associados em população atendida por equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) no município de Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Autor Gonçalves, Daniel Maffasioli
Orientador Camey, Suzi Alves
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Atenção primária à saúde
Epidemiologia
Fatores socioeconômicos
Psiquiatria comunitária
Santa Cruz do Sul (RS)
Transtornos mentais
[en] Community psychiatry
[en] Cross-sectional studies
[en] Epidemiology
[en] Family health program
[en] Mental disorders
[en] Mental health
[en] Primary health care
[en] Public health
[en] Risk groups
[en] Socioeconomic factors
Resumo OBJETIVOS: Estimar a prevalência de transtornos mentais comuns (TMC) e transtornos de abuso e dependência de álcool (TADA) em população atendida por Estratégia Saúde da Família (ESF) do município de Santa Cruz do Sul, Brasil; estudar as associações entre TMC e TADA com variáveis sociodemográficas. METODOLOGIA: Todos moradores acima de 14 anos de 3 áreas atendidas por ESF foram convidados a participar no período de 10 de fevereiro de 2006 a 10 de fevereiro de 2007. RESULTADOS: Dos 2921 participantes, as prevalências de TMC e TADA foram de 29,93% (IC95%29,30%-30,56%) e 12,07% (IC95%11,63%-12,52%), respectivamente. Sexo feminino, situação ocupacional desfavorável, baixa escolaridade e baixa renda mostraram associação positiva e independente com TMC. Sexo masculino, situação ocupacional desfavorável e TMC apresentaram associação independente com TADA. DISCUSSÃO: Foram encontradas prevalências de TMC e TADA acima das relatadas em outros estudos brasileiros. Grupos com condições socioeconômicas desfavoráveis são os de maior risco para TMC e TADA. CONCLUSÕES: Os grupos de maior risco para TMC e TADA deveriam ser levados em consideração quando se planejam políticas públicas em saúde mental.
Abstract OBJECTIVE: Estimate the prevalence of common mental disorders (CMD) as well as alcohol abuse and dependence disorders (AADD) in a population assisted by Programa de Saúde da Família (PSF or Family Health Program) in the City of Santa Cruz do Sul, Southern Brazil; estimate the associations between CMD and AADD with socio-demographic variables. METHOD: All residents over 14 years of age from 3 areas assisted by the PSF were invited to participate between February 10, 2006 to February 10, 2007. RESULTS: Of 2,921 participants, the prevalence estimates of CMD and AADD were 29.93% (IC95%29.30%-30.56%) e 12.07% (IC95%11.63%-12.52%), respectively. Female, unfavorable employment situation, low schooling and low income showed a positive and independent association with CMD. Male, unfavorable employment situation and CMD showed an independent association with AADD. DISCUSSION: We found higher prevalence estimates of CMD and AADD in relation to the observed prevalence estimates in other Brazilian studies. Groups with unfavorable socioeconomic conditions present the highest risk. CONCLUSIONS: The groups with the highest risk for CMD and AADD should be taken into account when planning public mental health policies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15571
Arquivos Descrição Formato
000685713.pdf (990.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.