Repositório Digital

A- A A+

Altura de manejo do pasto e suas conseqüências sobre a produção animal e a dinâmica de pastagens anuais de inverno

.

Altura de manejo do pasto e suas conseqüências sobre a produção animal e a dinâmica de pastagens anuais de inverno

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Altura de manejo do pasto e suas conseqüências sobre a produção animal e a dinâmica de pastagens anuais de inverno
Outro título Managemen sward height and his consequence in animal production and dynamics of anual winter pasture
Autor Rocha, Lemar Maciel da
Orientador Carvalho, Paulo Cesar de Faccio
Co-orientador Anghinoni, Ibanor
Nabinger, Carlos
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Aveia
Azevém
Planta forrageira
Produção animal
[en] Avena strigosa
[en] Average daily gain
[en] Carcass
[en] Herbage allowance
[en] Live weight gain per area
[en] Lolium multiflorum
[en] Stocking rate
[en] Sward height
[en] Sward structure
Resumo O objetivo do experimento foi compreender e quantificar a mudança estrutural de pastagens anuais típicas do período hibernal do RS e avaliar o potencial produtivo e as características de carcaças de novilhos superprecoces. O experimento foi conduzido em área pertencente à Fazenda Espinilho, localizada no município de São Miguel das Missões – RS. Foram impostos quatro tratamentos por meio de diferentes alturas de manejo da pastagem: 10, 20, 30 e 40 cm, obtidas a partir da aplicação de diferentes cargas animais. O delineamento foi o de blocos completos casualizados com três repetições. Foram utilizados animais, com cerca de 10 meses de idade, machos inteiros, uniformes, sem padrão racial definido, com peso médio inicial de 190 kg. As variáveis estudadas foram: massa de forragem (MF), taxa de acúmulo de forragem (TAC), produção total de forragem (PTMS), relação lâmina foliar/colmo + bainha, ganho médio diário (GMD), ganho por área (GPA). Observou-se um aumento linear da MF com o aumento da altura do pasto, onde para cada cm de aumento na altura acima de 10 cm, correspondem um incremento de cerca de 108 kg/há na MF do pasto. Não houve efeito dos tratamentos para a TAC, bem como para a PTMS, cujos valores médios foram de 55,8 kg/há.dia e 8210 kg/ha, respectivamente. O aumento no GMD foi condicionado pelo incremento na qualidade e/ou na quantidade de forragem disponível, já que as OF diárias para os tratamentos de 10, 20, 30 e 40 cm de altura foram de 6, 7, 13 e 19 kg de MS/100 kg de PV, respectivamente. Portanto, o modelo de resposta do GMD em relação às alturas resultou em 0,96 e 1,24 kg/animal nos tratamentos de menor e maior GMD, respectivamente, que foram de 10 e 20 cm de altura. O maior GPA observado no tratamento 10 cm (515 kg de PV/ha) deveu-se à uma maior carga animal utilizada, e ambas apresentaram respostas lineares decrescendo com o aumento da altura de pastejo. O peso vivo dos animais antes do abate não foram incrementados com o aumento da altura do pasto (P>0,05). Houve um forte e abrupto decréscimo da relação lâmina/colmo+bainha colmo nos tratamentos 30 e 40 cm a partir de setembro. Investigou-se o ajuste de quatro tipos teóricos de distribuição das freqüências de altura em cada tratamento e em seis diferentes datas de observação, bem como o potencial de predição da MF por intermédio da altura do pasto. A distribuição das freqüências de altura se ajustou ao modelo Normal em apenas uma das noventa e seis séries analisadas. A distribuição tipo Gamma foi a que mais freqüentemente se ajustou aos dados de altura, porém, uma vez iniciado o pastejo, o incremento da heterogeneidade no pasto foi tal que a distribuição de freqüências não se ajustou a nenhum dos modelos estudados. Sugerese que as metas de altura de manejo devam ser variáveis ao longo do ciclo de pastejo, com o intuito de se administrar a heterogeneidade causada pelo animal.
Abstract Aiming to comprehend and quantify the structural changes in typical temperate annual pastures from RS and evaluate the potential production and characteristics of young beef steers carcass, this experiment was conducted at Fazenda Espinilho, located in São Miguel das Missões. Treatments were four sward height management targets (10, 20, 30 and 40 cm), using continuous variable stocking. A completely randomized block design with three replicates was applied. Beef steers weighting 190 Kg were used and they were ten months old, non-castrated males with no defined breed. The investigated variables were herbage mass (HM), herbage growth rate (GR), total dry matter production (TDMP) and laminae/stem+sheath relation, average daily gain (ADG), gain per area (GPA). Results indicated a linear increase relating herbage mass and sward height, where each cm on sward height above 10 cm increases herbage mass in 108 kg/ha. Treatments did not differ in GR and the TDMP, average values being 55,8 kg DM/ha and 8210 kg DM/ha, respectively. The increase on the average daily gain (ADG) was due to the increase of quality/amount of available forage and the herbage allowance for the treatments of 10, 20, 30, 40 cm, was 6, 7, 13, 19 DM kg/ 100 kg LW, respectively. So, the ADG was 0.96 and 1.24 kg/animal for the treatments of lowest and highest ADG, which corresponds to 10 cm and 20 cm. Once ADG was low, the highest GPA observed on the 10 cm treatment (515 Kg PV/ha) was due to a higher stocking rate and both presented a negative linear response, decreasing with the increase in sward height. Concerning final live weight there was no difference with increasing sward height (P>0,05). A pronounced decrease in laminae/stem+sheath relation for 30 and 40 cm treatments occurred by September. In addition, four theoretical distributions were fitted to sward height data for each treatment in six different sample dates. Sward frequency height distributions fitted Normal distribution only in one of ninety six data series analyzed. Gamma distribution was more frequently adjusted to sward height data, however, once grazing started, pasture heterogeneity was so increased that sward height did not fitted neither of the investigated models. It is suggested that sward height targets should be variable along the grazing season aiming to manage the heterogeneity caused by the animal.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/15596
Arquivos Descrição Formato
000686509.pdf (409.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.